Rede aleluia
16 de junho: O fim da decepção amorosa
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
GaranhunsRecife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Terapia do Amor | 14 de Junho de 2022 - 17:09


16 de junho: O fim da decepção amorosa

Venha aprender como superar os traumas causados por relacionamentos passados e alcançar a felicidade no amor

16 de junho: O fim da decepção amorosa

Muitas pessoas, devido a tantas decepções que já sofreram, desistiram de tentar ser feliz no amor.

Foram tantos os relacionamentos frustrados, tantas as decepções sofridas, tantas traições e tantos desencontros, que ela chegou à conclusão de que casamento e felicidade amorosa não são para ela. Que o melhor a fazer é buscar a realização nas outras áreas da vida, porque, definitivamente, você não nasceu para amar e ser amada.

Se identificou?

Então, a palestra da Terapia do Amor, desta quinta-feira (16), é para você.

Por que é importante você participar:

Provavelmente, quando alguém lhe pergunta sobre a sua vida amorosa, você é aquela pessoa que já tem aquelas famosas respostas na “ponta da língua”:

  • “Antes só do que mal acompanhado (a)”;
  • “Tenho outras prioridades”;
  • “Casamento não é para mim” ;
  • Não preciso de homem/mulher para ser feliz;

E tantas outras justificativas que você costuma dar para não admitir o quanto sente falta de alguém para compartilhar a vida.

Autoengano:

Ou seja, você tenta convencer a si mesmo que não se importa com esta área da sua vida, o que você quer mesmo é crescer profissionalmente, conquistar liberdade financeira, viajar e conhecer o mundo, enfim, fazer o que lhe dá na “telha” sem ter que dar satisfação a ninguém.

Existe uma segunda opção:

Mas saiba que não precisa ser assim. Existe uma segunda opção muito melhor do que essa que você conhece. Em vez de se apegar a essa crença de que “antes só do que mal acompanhado” substitua por essa: “antes BEM acompanhado (a) do que só”.

Pois, independentemente das decepções que você já tenha sofrido, por meio da fé. é possível superá-las e ser feliz no amor.

Você vai aprender como, nesta quinta-feira, 16 de junho , na Terapia do Amor. O tema da palestra será: O Fim da Decepção Amorosa. Por isso, não falte!

Anote aí:

A Terapia do Amor acontece todas às quintas-feiras às 10h, 15h e 20h, no Templo de Salomão. Para saber o horário e endereço em outras localidades, clique aqui.

Além disso, se você precisa de aconselhamento, a partir das 18h, toda a equipe de pastores e suas respectivas esposas estarão no hall do Templo de Salomão atendendo a todos que precisam de uma direção para o relacionamento.

A reunião das 20h, especialmente, será transmitida ao vivo, direto do Templo de Salomão, pelo Univer Vídeo.


16 de junho: O fim da decepção amorosa
  • Jeane Vidal / Foto: iStock 


reportar erro