Rede aleluia
11 de junho: Humildade na vida amorosa
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Terapia do Amor | 10 de junho de 2020 - 18:04


11 de junho: Humildade na vida amorosa

A falta dessa característica é a principal razão dos conflitos no relacionamento

11 de junho: Humildade na vida amorosa

Deus jamais irá Se manifestar na vida de uma pessoa orgulhosa, a não ser para fazê-la enxergar a sua insignificância e reconhecer a Sua glória. Como fez com Nabucodonosor.

Por outro lado, todas as pessoas que Ele escolheu para firmar uma aliança tinham uma característica em comum: a humildade.

Entre todas as mulheres que existiam, por exemplo, Deus escolheu Maria para trazer ao mundo Seu Filho, Jesus. Por qual razão? Qual foi o critério usado na escolha?

No livro de Lucas temos a resposta:

“Então, disse Maria: a minha alma engrandece ao Senhor, e o meu espírito se alegrou em Deus, meu Salvador, porque contemplou na humildade da sua serva. Pois, desde agora, todas as gerações me considerarão bem-aventurada”. Lucas 1:46-48

Essa passagem de Lucas revela que ela foi escolhida por sua humildade. Deus sabia que uma pessoa orgulhosa não iria abrir mão de seus planos para viver os dEle. No caso de Maria, ela teve que renunciar tudo para viver uma gravidez que, naquela época,  lhe custaria seu bom nome e colocaria em questão a honradez dela e de José. Mas, valeu a pena!

Assim, também, é na vida amorosa. Para construir um relacionamento saudável e feliz é preciso humildade para aprender um com o outro, para reconhecer os próprios erros e, se preciso for, até abrir mãos dos sonhos e desejos pessoais, em prol da felicidade do casal.

Se você reconhece que falta essa característica em você e, por isso, tem sofrido no seu relacionamento, venha participar da Terapia do Amor, nesta quinta-feira, 11 de maio.

 Você vai descobrir o segredo para alcançar essa característica tão essencial para sua felicidade amorosa.

A Terapia do Amor acontece todas as quintas-feiras, no Templo de Salomão e em outras localidades. Consulte aqui o endereço mais próximo de você.

Mas, você também poderá acompanhar pelas redes sociais (InstagramFacebook e Youtube), pelo Univer Vídeo, pela TV Universal. Ou ainda assistir pelos canais CNT e 21 e pela Rede Aleluia (99,5 FM).


11 de junho: Humildade na vida amorosa
  • Jeane Vidal / Foto: Getty Images 


reportar erro