Rede aleluia
Turquia: descoberta cidade subterrânea que teria sido abrigo de cristãos perseguidos
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
GaranhunsRecife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 14 de Junho de 2022 - 23:01


Turquia: descoberta cidade subterrânea que teria sido abrigo de cristãos perseguidos

O local teria abrigado cerca de 70 mil subterrâneos

Turquia: descoberta cidade subterrânea que teria sido abrigo de cristãos perseguidos

Construída há cerca de 2.000 anos, uma cidade subterrânea encontrada no sudeste da Turquia pode ter sido abrigo dos primeiros cristãos em meio à perseguição romana. 

O que você precisa saber:

  • Segundo o Jerusalem Post, esta seria a maior cidade subterrânea do mundo. E o local conhecido como Matiate, está localizado no distrito de Midyat, na província de Mardin.
  • A cidade pode ter sido abrigo de cerca de 70 mil subterrâneos e que inclui cerca de 50 câmaras e um túnel com mais de 100 metros de comprimento.

O que dizem os especialistas:

  • “Como se sabe, o cristianismo não era uma religião oficial no século II. Famílias e grupos que aceitavam o cristianismo geralmente se refugiavam em cidades subterrâneas para escapar da perseguição de Roma ou formavam uma cidade subterrânea”, disse Gani Tarkan, diretor do Museu Mardin e chefe da escavação.
  • “No período inicial do cristianismo, Roma estava sob a influência dos pagãos antes de mais tarde reconhecer o cristianismo como uma religião oficial. Essas cidades subterrâneas forneciam segurança às pessoas e também realizavam suas orações lá”, afirmou ao jornal turco Hürriyet Daily News. 
  • Em relatos ao The Christian Post, os pesquisadores afirmaram que uma igreja cristã e uma sinagoga judaica também integravam parte do espaço de culto do complexo. Na área da sinagoga há inclusive um grande salão com a Estrela de Davi em uma de suas paredes.

Veja também mais notícias sobre arqueologia bíblica e cristã:

Arqueólogo Rodrigo Silva contextualiza a série “Reis” em podcast

Descoberta arqueológica confirma linha do tempo bíblica

Descoberto relato mais antigo sobre a Arca de Noé


Turquia: descoberta cidade subterrânea que teria sido abrigo de cristãos perseguidos
  • Redação / Foto: Divulgação/ Ministry of Culture and Tourism 


reportar erro