Vítima de fake news foi enganada durante a construção do Templo de Salomão

Notícias mentirosas quase a fizeram perder a vida


Por Andre Batista / Imagem: Reprodução Record TV

A analista de sistemas Lígia Freitas, de 37 anos, revelou, em depoimento transmitido pela Rede Aleluia, que durante a construção do Templo de Salomão foi vítima de fake news.

De acordo com Lígia, as informações que chegavam a ela por meio de sites e revistas a fizeram criar falsas certezas a respeito do que estava acontecendo na Universal.

“Essas leituras me faziam questionar como poderiam construir uma coisa tão grandiosa assim. Era prova de que estavam roubando dinheiro. Porque como seria possível isso? Eu dizia: Só pode ser dinheiro de estelionatário, algum dinheiro roubado, desviado. Porque é muito dinheiro”

De fato, a construção do Templo de Salomão só foi possível graças a uma grande união dos próprios membros da Universal.

“Sempre que a gente abria algum site de notícias vinha alguma manchete falando sobre o Bispo Edir Macedo. E aí eu fui criando esses pré-conceitos a respeito dele, a respeito da igreja. Ele devia ser muito bom porque ele estava movendo multidões. Então, eu o via como uma pessoa inteligente, mas usando essa inteligência para vantagem dele. Que na minha cabeça era para ganhar dinheiro”, relembra Lígia.

Entretanto, ao contrário do que parte da imprensa levou Lígia a acreditar, nem um centavo foi tirado à força de qualquer doador. Como ela mesma pode comprovar mais tarde.

Mentirosos não esperam que vítimas de fake news procurem a verdade

Lígia se tornou vítima de fake news antes mesmo da construção do Templo de Salomão. Quando o projeto foi lançado, ela já estava corrompida a ponto de acreditar apenas naquilo que era conveniente a ela.

Curiosamente, ela só foi capaz de descobrir o que realmente acontecia no Templo de Salomão quando se viu no fundo do poço.

Lígia sofria com depressão, já havia tentado se matar algumas vezes e não tinha mais esperanças para viver. Foi quando uma amiga a convidou a ir até uma igreja cristã. Essa amiga não disse onde era, apenas recomendou que Lígia aceitasse receber uma oração. Sem nada a perder, ela aceitou o convite.

“Mas eu perguntei: precisa pagar para entrar? Olha o preconceito que eu tinha. Achei que para assistir ao culto precisava pagar”, relembra a moça.

Assista ao vídeo abaixo e saiba como foi a experiência de Lígia durante a reunião:

Como a própria moça afirma, essa experiência “Foi bem interessante porque a partir do momento que eu entrei e comecei a ouvir o pastor parece que eu esqueci tudo o que eu tinha escutado. Não lembrava mais dessa história de ‘bispo-ladrão’. Eu não via isso lá dentro. Não conseguia enxergar tudo o que eu tinha lido, todas aquelas informações com as quais eu fui bombardeada”.

Hoje, conhecendo a verdade, ela recomenda a qualquer vítima de fake news:

“Precisa de ajuda? Vá até a Universal. Não tem nada a perder. Se a pessoa tem o discernimento, a inteligência, ela vai saber. Será que a pessoa está ali roubando seu dinheiro mesmo? Não está. Ela vai entender qual é a fé que a igreja passa”.

Se você conhece alguma vítima de fake news sobre a Universal, compartilhe esse testemunho com ela. Ajude-a a ver a verdade. Pois, como a Lígia, muitas pessoas estão longe da felicidade por serem vítimas das notícias falsas.

ler mais
Notícias relacionadas
Reportar erro

comentários

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Vítima de fake news foi enganada durante a construção do Templo de Salomão

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Fake news

Você sabe de alguma notícia falsa que tem circulado na internet sobre a igreja Universal? Relate aqui o caso que iremos trazer toda a verdade no site Mitos e Verdades

Formulário de Denúncia

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Expediente

Editora Executiva:

Cinthia Meibach

Coordenadora de Conteúdo:

Ivonete Soares

Repórteres:

Andre Batista, Daniel Cruz, Débora Picelli, Jeane Vidal, Michele Roza, Rafaella Rizzo, Sabrina Marques, Rafaela Dias



E-mail para Contato: redacao@sp.universal.org.br

Telefone:(11) 2392-3372

Endereço Rua João Boemer, 254 - Brás, São Paulo

Cep: 03018-000

Free WordPress Themes, Free Android Games