Rede aleluia
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Renato Cardoso | 17 de janeiro de 2018 - 13:31


Para quem quer o parceiro de volta

A razão porque muitos não conseguem mudar além de duas semanas, e logo voltam aos mesmos problemas que geraram a separação, é porque a MOTIVAÇÃO de mudar está errada.

Enquanto você se esforçar para mudar apenas para ter o parceiro de volta, assim que conseguir isso, sua motivação irá acabar e em poucos dias o velho comportamento voltará. O parceiro se sentirá enganado (mais uma vez) e descrente de suas futuras promessas.

Qualquer mudança real e duradoura tem que ser motivada por querer mudar por você mesmo e não pelo parceiro nem por ninguém. Quando todas as suas forças estiverem nesse foco, independente do que aconteça com o relacionamento, sua mudança será real. E as chances de reconquistar o parceiro também.

 

 

Veja também:

Cadastre-se nesse blog e seja avisado de novos posts…


reportar erro