Rede aleluia
LIÇÃO QUE APRENDI NAS FILIPINAS: O SER HUMANO É ASSIM
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
GaranhunsRecife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Renato Cardoso | 18 de Maio de 2022 - 17:18


LIÇÃO QUE APRENDI NAS FILIPINAS: O SER HUMANO É ASSIM

Na busca por preencher o vazio interior, as pessoas tendem a querer comprar bens materiais e serviços que prometem suprir aquela necessidade que elas têm de se sentirem mais realizadas ou até mesmo buscam isso em outras pessoas.

É esta insatisfação que faz com que não importa o que ele tenha, não importa o que ele possua, o quão bom seja, não importa a quantidade, a qualidade. Não importa. Esta insatisfação natural dentro do ser humano vai sempre fazê-lo querer mais, querer o que o outro tem e desvalorizar o que ele tem. Este é um dos grandes problemas do ser humano.

  • Foi por isso que Deus instituiu nos Dez Mandamentos: “Não cobiçarás a casa do teu próximo, não cobiçarás a mulher do teu próximo, nem o seu servo, nem a sua serva, nem o seu boi, nem o seu jumento, nem coisa alguma do teu próximo.” Êxodo 20:17
  • Essa insatisfação acomete todas as pessoas, não importa a nacionalidade. E é por isso que a publicidade se aproveita disso. Por exemplo, aprendi algo nas Filipinas que vou compartilhar com você.

Se você deseja descobrir como dar um fim a essa insatisfação, ouça a mensagem acima e entenda o que é preciso para ser feliz por completo.


reportar erro