Rede aleluia
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Renato Cardoso | 11 de novembro de 2013 - 03:00


Desafio IntelliMen #46

Homens. Inteligentes.
© 2013

 

Desafio #46

Não fazer antes de concluir o Desafio #45.
Se você quer fazer parte do Projeto IntelliMen, comece do
Desafio #1.

 

Desafio: Assistir o vídeo “Pornografia no cérebro” (Aviso: pode não ser apropriado para menores de 14 anos sem a presença dos pais. Se você está abaixo desta idade, converse com seus pais para que assistam este vídeo primeiro e decidam se querem compartilhar com você. Se você é pai, minha sugestão é que você converse sobre os assuntos abordados no vídeo com seu filho antes que outros, ou a Internet, o eduquem de forma errada.)
Explicação: Esta é a primeira geração na história da humanidade que tem acesso gratuito, 24 horas, à pornografia. Com um clique no computador, um toque no smartphone ou outro dispositivo ligado à Internet, qualquer pessoa, incluindo crianças, pode acessar imagens e vídeos pornográficos em quantidade e variedade que nossos pais e avós nunca viram nem sonharam ver. São mais de (pasme) 13.500 filmes pornográficos criados a cada ano no mundo, sendo o Brasil o segundo maior produtor. A indústria da pornografia movimenta mais de 100 bilhões de dólares anualmente, enchendo os bolsos dos que se aproveitam de um dos instintos mais fortes do homem: o desejo sexual.
Mas os resultados da proliferação da pornografia e seu fácil consumo estão começando a aparecer. Recentemente, um estudo descobriu que a pornografia é tão viciante quanto o álcool, cocaína ou outra droga. Crianças e jovens têm consumido horas de vídeos e imagens pornográficas semanalmente, muitas vezes sem o conhecimento dos pais. O vício da pornografia, juntamente com seu principal aliado, o da masturbação, tem dominado a vida de rapazes (e cada vez mais moças), condicionando-os a um futuro de real satisfação sexual duvidável, mesmo dentro do casamento.
Pesquisas e especialistas em comportamento sexual atestam que a pornografia deturpa a mente de seus usuários e afeta sua visão e busca do sexo. Homens casados passam a preferir a pornografia às suas esposas; abandonam a mulher real ao seu lado pelas virtuais no computador. Muitos querem que suas esposas desempenhem como as atrizes pornôs. Outros, de tão dependentes, já não conseguem sentir prazer com suas esposas sem primeiro ver um vídeo pornô. E ainda outros, já preferem apenas se masturbarem, pois o ato conjugal com a esposa não lhes dá mais prazer.
Um IntelliMan precisa se informar sobre este assunto e acima de tudo dominar a si mesmo para não cair neste vício. Seu desafio, portanto, será assistir o vídeo “Pornografia no Cérebro” — um documentário que foi ao ar recentemente no Reino Unido. Nós legendamos o vídeo especialmente para você. Tire uma hora ininterrupta esta semana para assisti-lo. Se você é casado, sugiro que assista com sua esposa.
Esperamos que você se inteire dos danos reais da pornografia e fique atento para não cair nela — ou comece a se esforçar mais para sair dela, se já está dentro. E que crie coragem para enfrentar este assunto, conversar abertamente de forma inteligente com seus colegas, a fim de conscientização, bem como com seu filho se você é pai.
Caderno de Notas: Tenha seu caderno ao lado quando assistir e anote qualquer ponto que achar importante, para sua referência mais tarde.
Parceiro Oficial: Tenham uma conversa de homem para homem. Se você ou seu parceiro tem tido dificuldade de resistir às tentações da pornografia, conversem sobre como poderá agir para eliminar este vício.
Prazo: Este desafio pode ser iniciado imediatamente e concluído antes do Desafio #47 que será lançado daqui a uma semana.
Postar: Depois — e somente depois — de você ter concluído este desafio, poste seus comentários — no Facebook do IntelliMen (não no seu pessoal) ou no Twitter, com este cabeçalho:
Desafio IntelliMen #46 concluído: Assisti o documentário “Pornografia no Cérebro” e descobri como esta praga tem destruído homens. (Acrescente qualquer outro comentário a respeito.)
Links:
www.facebook.com/IntelliMen
www.twitter.com/intellimen27 (quando postar no Twitter, use @IntelliMen27 na sua mensagem)
 
Checklist de verificação
Assisti o documentário
Anotei os pontos principais em meu Caderno de Notas
Conversei com meu Parceiro sobre este desafio
Postei meus comentários no Facebook/Twitter
 
Frase:
A pornografia é como tentar saber mais sobre uma sinfonia de Beethoven por alguém que lhe conte sobre ela e talvez assobie alguns compassos. — Robertson Davies
 
Veja também:

Cadastre-se nesse blog e seja avisado de novos posts…
 
 


reportar erro