Rede aleluia
Como lidar com a rejeição
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Renato Cardoso | 25 de Maio de 2010 - 05:12


Como lidar com a rejeição

Como lidar com a rejeição

Há certas coisas na vida que você simplesmente tem que se acostumar — como políticos corruptos, por exemplo. Eles sempre existirão, e o melhor que você pode fazer, se é que você vive no distrito eleitoral do sujeito, é esperar a próxima eleição e votar no outro candidato, na esperança que ele seja direito ou pelo menos um pouco menos corrupto. Tarefa difícil.

Outra coisa da vida que você tem que se acostumar é a rejeição. Você pode ser a pessoa mais legal, mais competente do planeta, e ainda assim ser rejeitado. O que você não pode fazer é tomar isso como um ataque à sua pessoa.

Um sábio e irrepreensível Mestre que sofreu muita rejeição teve o seguinte a dizer aos seus discípulos sobre como lidar com isso: “Quando você entrar em uma cidade, se não for bem vindo, não for ouvido, saia dali discretamente. Não faça escândalo. Sacuda a poeira dos seus pés, deixe pra lá, e vá em frente.”

Ao contrário desse conselho, muitas pessoas acumulam por anos o pó da rejeição sobre si mesmos. Quando percebem, já estão cobertos por ele. Elas se tornam tímidas, amarguradas, ressentidas, com medo de tentar coisas novas, desconfiadas de tudo e todos, e andam por aí de cabeça baixa como se estivessem carregando o mundo em seus ombros. A bem da verdade, estão mesmo.

Toda vez que você é rejeitado e não sacode a poeira dos seus pés, você acumula em si o pó da negatividade das outras pessoas. Se você não mudar, meu conselho é arranjar uma carreta bem grande, daquelas de dezoito rodas, porque você vai precisar de muito espaço pra guardar todo esse pó…

Aquele sábio Mestre, mais conhecido como Senhor Jesus, sabia que na vida não há como evitar rejeição. Mas Ele também sabia que a melhor reação que você pode ter é sacudir a poeira e ir em frente. Sempre haverá uma outra cidade mais adiante.

Faça um favor a si mesmo hoje. Perdoe todos aqueles que uma vez lhe rejeitaram ou lhe trataram mal. Diga á si mesmo que o que aconteceu não foi nada, e siga em frente com a sua vida. Não se surpreenda se depois disso você se sentir uma tonelada mais leve.

Pra onde foi todo aquele pó?


reportar erro