Rede aleluia
Como alguns casais estragam a amizade e matam o amor
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Renato Cardoso | 14 de dezembro de 2012 - 00:59


Como alguns casais estragam a amizade e matam o amor

Como alguns casais estragam a amizade e matam o amor

Quem perdoa uma ofensa mostra que tem amor, mas quem fica lembrando o assunto estraga a amizade. – Provérbios 17.9

Seu marido ou esposa errou com você. Talvez tenha mentido. Sido econômico com a verdade. Tenha lhe decepcionado. Traído. Feito algo que lhe feriu profundamente. 

Você tem duas escolhas: perdoar ou guardar a mágoa.

Guardar mágoa dá muito trabalho. Você tem que ficar sempre lembrando o que aconteceu, assistir aquele filme de horror na sua mente regularmente, alimentar a raiva e o sentimento de injustiça… e claro, jogar tudo na cara da pessoa em momentos oportunos e inoportunos. Não é para qualquer um. É preciso muita dedicação.

A outra opção é perdoar. Uma decisão inteligente que leva apenas alguns segundos. Um esforço mental para superar os sentimentos negativos todas as vezes que a lembrança do que aconteceu vem à mente. Com o passar do tempo, os sentimentos vão morrendo por desnutrição até que o perdão total assume o controle. Muito mais fácil, rápido e prático.

Mas há pessoas que insistem no mais difícil, no que não é inteligente. E não apenas insistem em alimentar a mágoa, mas acabam estragando a amizade, prevenindo a restauração do relacionamento.

Se o seu parceiro errou com você mas está sinceramente arrependido e se esforçando para mudar, você não deve estragar esse processo desenterrando o que aconteceu e usando sua dor como uma punição contra ele ou ela. É fato que muitos erram e não se arrependem. Insistem no erro. Se seu parceiro tem agido assim, você terá de tomar uma posição mais firme.

Mas se uma sincera mudança está acontecendo, então não estrague o que ainda sobra da amizade entre vocês.


reportar erro