Rede aleluia

Notícias | 21 de agosto de 2018 - 20:00


Você só procura Deus na hora do aperto?

Saiba por que essa atitude não é justa

Por séculos, a Arca da Aliança – que era um símbolo físico da presença de Deus com o povo de Israel – habitou no tabernáculo erguido por Moisés. Era uma estrutura temporária, já que Israel viajava pelo deserto, rumo à Terra Prometida. Durante as guerras, a Arca sempre ia à frente do exército e até os inimigos temiam, pois já sabiam que Deus estava com eles na batalha.
Mas, durante o reinado de Davi, o Senhor já havia dado inúmeras vitórias e conquistas a Israel, porém, enquanto o rei vivia em um palácio, a Arca continuava no tabernáculo.
Recentemente, durante o programa “Fala que eu te Escuto”, o Bispo Renato Cardoso refletiu sobre o assunto, trazendo um importante ensinamento.
“Em outras palavras: na hora da guerra, todos se lembravam de colocar Deus à frente. Depois da vitória, a Arca voltava para tenda de cortinas e o Senhor era deixado de lado. Muitas pessoas fazem o mesmo: na hora do apuro, correm para Ele, arrumam tempo para ir à igreja, orar, jejuar, ler a Bíblia, mas só na hora do apuro”, disse.
É justo?
No seu dia a dia você procura manter a comunhão com Deus ou só O procura quando precisa resolver um problema? A maioria das pessoas é adepta da segunda opção, inclusive foi o que aconteceu com o povo de Israel, durante muitos anos. O primeiro a perceber isso foi o rei Davi:
E sucedeu que, estando o rei Davi em sua casa, e tendo o SENHOR lhe dado descanso de todos os seus inimigos em redor, disse o rei ao profeta Natã: Eis que eu moro em casa de cedro, e a arca de Deus mora dentro de cortinas.
2 Samuel 7:1,2
“Depois de séculos da existência da Arca, Davi se deu conta de que ele e todo o povo colocavam Deus em segundo plano em suas vidas, mas quando decidiu construir um templo digno de abrigar a Arca, Deus fez com Davi uma aliança”, afirmou o Bispo.
Procurar a ajuda do Altíssimo e depois seguir a vida à própria maneira, além de não ser justo, impede que Deus conclua o plano que começou em sua vida. Dessa forma, a pessoa sai com uma benção na mão, enquanto Ele quer torná-la a própria benção.
Nesta última semana do Jejum de Daniel (que teve início no dia 6 de agosto e vai até o próximo dia 26), aproveite para refletir se você tem dado o lugar de honra e atenção que Deus realmente merece. Para refletir melhor sobre o assunto e buscar mais intimidade com Deus, compareça nesta quarta-feira à reunião “Escola da Fé”, no Templo de Salomão, na avenida Celso Garcia, 605, bairro do Brás, zona leste de São Paulo, ou em uma Universal perto de você. Procure o endereço, clicando aqui.


  • Por Rafaella Rizzo / Foto: iStock 


reportar erro