Rede aleluia
Uma conversa de pai para filhas
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
GaranhunsRecife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 12 de Dezembro de 2021 - 00:05


Uma conversa de pai para filhas

Em 27 de novembro, o Bispo Macedo conduziu o Godllywood Autoajuda e compartilhou conselhos para quem busca uma vida completa

Uma conversa de pai para filhas

Conduzido pelo Bispo Edir Macedo diretamente do Templo de Salomão, em São Paulo, o último encontro do Godllywood Autoajuda de 2021, que ocorreu em 27 de novembro, foi completo. O Bispo realizou boa parte da reunião ao lado de sua esposa, Ester Bezerra, e de suas filhas, Cristiane Cardoso e Viviane Freitas, que estavam acompanhadas de seus maridos, os Bispos Renato Cardoso e Júlio Freitas, respectivamente. O evento pôde ser acompanhado pela plataforma de streaming Univer Vídeo e pelas redes sociais da Universal.

UM PAI AMOROSO
O Bispo Macedo compartilhou ensinamentos contidos em Provérbios 1.7-8: “O temor do Senhor é o princípio do conhecimento; os loucos desprezam a sabedoria e a instrução. Filho meu, ouve a instrução de teu pai, e não deixes o ensinamento de tua mãe”. O Bispo contou que, ao ler esse versículo, lhe veio uma pergunta: “mas e a pessoa que nasceu e não conhece o pai, que pai vai dar instrução para essa pessoa? E a mãe que deixou o filho ou a filha na mão de outra pessoa? E quem não tem pai nem mãe? Deus, então, me respondeu que não é o pai nem a mãe biológica”.

O Bispo explicou que esse Pai é o próprio Deus. “Pai quer dizer iniciador, o que gera algo novo, e a mãe é a Igreja do Senhor Jesus. Assim também se constituiu a coisa mais importante na vida do ser humano depois de seu relacionamento com Deus. Quando você se entrega de corpo, alma e espírito, o Espírito Santo vem sobre você e dirige seu pensamento para encontrar a pessoa que vai completar você. Aí nasce a família. Você pensa que a felicidade se limita a você ter carro, conforto, joias, dinheiro para satisfazer as ambições de sua alma, mas olha só o que Deus diz: ‘A bênção do Senhor é que enriquece (…) (Provérbios 10.22)’”, pontuou.

QUE BÊNÇÃO É ESSA?
Para Ester, a bênção citada no versículo acima começa com o Espírito Santo e se estende à família. Viviane relembrou suas dificuldades na infância por ter nascido com lábio leporino: “Só minha irmã entendia o que eu dizia, mas o interessante é que só quando fui para a escola descobri que falava errado. Olha como a bênção de Deus enriquece! Em casa não havia esse conflito de quem eu era e só fui descobrir pelas outras pessoas. E, mesmo que apontassem meu erro, a forma de eu falar e as dificuldades que eu tinha, aquilo não fazia que eu me sentisse mal, por causa da bênção da família.”

Já o Bispo Renato observou que “quando você tem o Espírito Santo, Ele estabelece em você um padrão alto de família. Ele o ensina a ser esposa, mãe, filha. O próprio Espírito Santo é família com o Pai e o Filho. Deus é família, então, você pode se espelhar em Deus. Quando você se espelha na família de Deus, você é admitido como membro dela, se torna uma extensão dessa família e passa a ser a própria bênção também”.

Para o Bispo Macedo, essa bênção é possível a todas as pessoas: “eu não posso fazer mágica, também não posso transformar seu coração ou dirigir seu pensamento, mas posso ensinar. Se você não for uma pessoa completa, você não vai ser feliz. Mas, para ser completa, antes você tem que se completar com Deus. Isso não é religião. Isso é vida”, finalizou.

*Colaborou: Rafaela Dias


Uma conversa de pai para filhas
  • Flavia Francellino / Foto: Demetrio Koch 


reportar erro