Rede aleluia
Na maior crise do século, fé é aliada importante para a saúde do corpo e da mente
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 31 de julho de 2020 - 14:35


Na maior crise do século, fé é aliada importante para a saúde do corpo e da mente

Diante de tantos problemas causados pela pandemia, a prática da fé se faz extremamente necessária para salvar vidas

Na maior crise do século, fé é aliada importante para a saúde do corpo e da mente

Atividades religiosas de qualquer natureza são consideradas serviços essenciais há mais de quatro meses pelo Governo Federal, segundo o decreto nº 10.292, de 25 de março de 2020. Desde que obedecidas as determinações de segurança e higiene do Ministério da Saúde.

Medidas que preservam a saúde dos fiéis como o distanciamento social, o uso de máscara de proteção, a higienização das mãos e a do ambiente estão sendo respeitadas onde há permissão para o funcionamento. Mesmo assim, centenas de prefeitos mantiveram fechados estabelecimentos religiosos em quase quatrocentas cidades brasileiras.

Fé é aliada

Os índices de distúrbios como ansiedade e depressão aumentaram e, em muitos casos, levando até ao suicídio. Diante de tantos problemas causados pela pandemia da COVID-19, a prática da fé se faz extremamente necessária para salvar vidas. Pessoas em diversas localidades no mundo todo buscam por apoio emocional e espiritual nesse momento de crise.

Assista à reportagem na íntegra sobre o assunto, exibida no Jornal da Record:

Praticar a fé

No Brasil, todos os cidadãos são livres para praticarem sua fé.

A União Nacional das Igrejas e Pastores Evangélicos (Unigrejas) tem atuado como representante de inúmeras igrejas cristãs. Nesse momento, também em busca da flexibilização da quarentena para que as igrejas possam receber os cidadãos. O objetivo é ajudar aos mais necessitados, sempre respeitando as medidas recomendadas pelo Ministério da Saúde.

“Nós já conversamos com mais de mil prefeituras, em todo o Brasil, buscando a flexibilização para as reuniões e o entendimento de que as igrejas fazem parte de um serviço essencial”, comentou o Bispo Eduardo Bravo, presidente da Unigrejas.

Conheça mais sobre o trabalho da Unigrejas, clicando aqui.


Na maior crise do século, fé é aliada importante para a saúde do corpo e da mente
  • Redação / Foto: Getty Images 

  • Colaborador: 

  • Michele Roza


reportar erro