Rede aleluia
Em meio à perseguição severa, cantora chinesa se declara cristã e assume a sua fé
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
GaranhunsRecife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
Baln. CamboriúBlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 1 de Setembro de 2022 - 22:53


Em meio à perseguição severa, cantora chinesa se declara cristã e assume a sua fé

Deng Ziqi é apelidada de Taylor Swift da China e lançou álbum com músicas cristãs, a fim de incentivar a fé de outros cristãos chineses

Em meio à perseguição severa, cantora chinesa se declara cristã e assume a sua fé

A cantora chinesa Deng Ziqi, também chamada de GEM, com mais 200 milhões de visualizações no Youtube, se declara cristã, mesmo em meio à intensa perseguição no país.

O que você precisa saber:
  • A artista, apelidada de Taylor Swift da China, devido a sua fama, assume a fé no Senhor Jesus ao lançar um novo álbum intitulado “Revelation”.
  • Esse álbum da cantora, de 31 anos, lançado em agosto deste ano, contém 14 músicas com passagens bíblicas e mensagens de fé e coragem.
  • Deng Ziqi, atualmente, é conhecida por compartilhar a sua fé cristã nas mídias sociais, sem medo da perseguição do Partido Comunista Chinês.
  • Um videoclipe musical também foi lançado para a música “Gloria” e já possui 3 milhões de visualizações no Youtube.
O que analisar:

A China está no 17º lugar na lista dos países que mais perseguem cristãos no mundo, devido ao seu regime comunista. E, constantemente, chega à mídia as medidas cada vez mais opressivas que o governo toma para limitar a propagação do Evangelho no território chinês.

Ainda assim, a cantora GEM vai na contramão de tudo para expressar a sua fé, incentivando outros chineses a fazerem o mesmo. “Neste mundo, onde o amor é extremamente necessário, confio que o que posso fazer é tentar o meu melhor para criar obras que façam as pessoas, mais uma vez, verem o amor, acreditarem no amor e voltarem ao amor. Portanto, não importa quantos contratempos existam no caminho, desde que eu possa terminá-los!”, disse ela ao Christian Daily.

Últimas notícias sobre a perseguição na China:

Cresce repressão comunista na China contra os cristãos

Na China, cristãos são presos por vender Bíblia em áudio

Na China, governo está reescrevendo a Bíblia para incluir princípios comunistas

Cultos online se tornam ilegais na China

O que fazer:

Diante do privilégio de viver em um país com liberdade cristã, é necessário fortalecer a fé continuamente e preservar a própria comunhão com Deus. Sendo assim, para entender como é viver em meio a perseguições, como fez o apóstolo Paulo, assista ao filme “Paulo – O Apóstolo de Cristo”, na plataforma Univer Vídeo.

Clique aqui, faça sua assinatura e assista agora mesmo!


Em meio à perseguição severa, cantora chinesa se declara cristã e assume a sua fé
  • Redação / Foto: Reprodução Instagram  


reportar erro