Rede aleluia
Cristãos afegãos pedem socorro
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 5 de Outubro de 2021 - 23:24


Cristãos afegãos pedem socorro

Com a tomada do controle do país pelo Talibã, eles vivem uma perseguição ainda mais severa. Acompanhe

Cristãos afegãos pedem socorro

“Ó Senhor Deus, por favor, proteja-nos, porque estamos enfrentando o inferno.”

Essas são as palavras de um pedido de oração desesperado, feito por cristãos afegãos ao canal SAT-7 Pars, que transmite programas via satélite.

As pessoas que se converteram ao Cristianismo estão enfrentando perseguições severas, depois que o Talibã tomou o controle do Afeganistão, no mês passado. Segundo uma organização internacional que monitora os cristãos em todo o mundo, há cerca de 10 mil cristãos no território afegão, sendo que muitos fugiram para regiões mais remotas, a fim de ficarem longe do regime islâmico.

Os relatos da realidade vivida por eles são assustadores. E a SAT-7 tem recebido histórias de muitas famílias que estão fugindo para países próximos, como Paquistão e Irã.

“Minha família e eu aceitamos a Cristo há dois anos, recebemos ameaças de morte. Não tenho outra maneira a não ser fugir do país. Ajude-nos a ser ouvidos para que possamos fugir deste inferno”, diz um dos relatos.

Atualmente, de acordo com o portal Open Doors USA e a organização Portas Abertas, o Afeganistão ocupa o segundo lugar em uma lista dos piores países para ser cristão, perdendo apenas para a Coreia do Norte.

Como no tempo dos apóstolos

Ainda segundo os relatos para o canal SAT-7, muitos desses cristãos tiveram uma formação exclusivamente muçulmana e só aprenderam a ser e viver como cristãos por meio das narrações bíblicas. Em especial, através do livro de Atos, que conta as perseguições vividas pelos apóstolos de Cristo. 

“Como cristãos no livro de Atos, clandestinos e perseguidos, eles sabem como fazer isso”, explicou  Andrew Boyd, da organização Release International, ao portal Premier Christian News.

Andrew também expõe que muitos conseguiram sair do país enquanto podiam, mas há outros que estão presos e não podem sair. “O Afeganistão é um país muito montanhoso. Portanto, esta é uma igreja subterrânea, sempre foi. Eles estão acostumados a isso. Mas é claro, este é um momento de grande incerteza para eles. Eles precisam de nossas orações e do nosso apoio”, completou.

Aumento da perseguição

Até hoje, o Cristianismo é a crença que mais sofre perseguição no mundo. Todavia, nos últimos anos os relatos de violência e intolerância têm sido cada vez mais constantes. De acordo com a organização Portas Abertas, a perseguição a cristãos no mundo cresceu mais de 30% em um ano.

Mas, isso não é uma surpresa para os reais seguidores de Jesus. Ele deixou avisado que isso seria inevitável. Veja:

“Eis que vos envio como ovelhas ao meio de lobos… E o irmão entregará à morte o irmão, e o pai o filho; e os filhos se levantarão contra os pais, e os matarão… odiados de todos sereis por causa do Meu nome…” Mateus 10:16, 21,22

Porém, Ele deixou o conforto e a garantia para continuarmos firmes até o fim.

“Mas alegrai-vos no fato de serdes participantes das aflições de Cristo, para que também na revelação da sua glória vos regozijeis e alegreis. Se forem insultados por causa do nome de Cristo, bem-aventurados sois, porque sobre vós repousa o Espírito da glória e de Deus.” 1 Pedro 4:13,14

Por fim, usufrua do privilégio de estar em um país com liberdade de culto e participe das reuniões que acontecem, diariamente, e em diversos horários, em toda a Universal, e lembre-se: busque a Deus enquanto é tempo! Veja aqui o endereço de uma igreja mais próxima de você.


Cristãos afegãos pedem socorro
  • Isabel Tavares / Foto: iStock 


reportar erro