Rede aleluia
Perseguição aos cristãos aumenta mais de 30% em um ano
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 6 de Abril de 2021 - 21:59


Perseguição aos cristãos aumenta mais de 30% em um ano

É o que aponta levantamento feito pela organização Portas Abertas. Entenda

Perseguição aos cristãos aumenta mais de 30% em um ano

De acordo com levantamento anual feito pela organização Portas Abertas, a perseguição a cristãos no mundo cresceu mais de 30% em um ano. Enquanto durante todo ano de 2020 foram contabilizados 260 milhões, nas primeiras semanas de 2021 o número de cristãos perseguidos já ultrapassava a marca de 340 milhões.

Em relação ao número de cristãos mortos por causa da fé que professam, o aumento foi de 60%. Só em 2020 o número pulou de 2983 para 4761.

O programa “Pingo nos Is”, da rádio Jovem Pan, aproveitou o momento propício desta Sexta-Feira Santa (2 de abril), para falar sobre o tema.

Segundo a reportagem, o aumento da violência contra os cristãos se dá em regiões específicas, como no continente africano. Outro fator que contribui para a crescente perseguição aos seguidores da fé cristã é o uso de tecnologias de sistemas de vigilância para monitorar cristãos, a exemplo do que acontece na China e na Índia.

Para fazer o levantamento, a organização Portas Abertas realizou pesquisas de campo com especialistas e com cristãos perseguidos em seus respectivos países e comunidades.

Países intensificaram a perseguição com a pandemia

Além disso, a pandemia da COVID-19 está entre os motivos apontados para o aumento da perseguição religiosa que, de acordo com a organização, intensificou ainda mais a discriminação.

O documento produzido pela organização revela que cristãos de países como Bangladesh, Índia, Paquistão, Iêmen e Sudão não receberam ajuda do governo por causa da fé que professam. O levantamento revelou ainda que a Nigéria foi o local que mais matou cristãos em 2020. O país lidera também a lista de países que mais atacou igrejas em 2020. Foram no total 3.088 templos violados.

Infelizmente, embora seja um problema que atinja milhões de pessoas em todo mundo, pouco se fala a respeito.

Confira abaixo a lista dos 50 países que mais perseguem os cristãos:

Entretanto, com respeito a esses acontecimentos, o Senhor Jesus nos alertou:

“Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do Meu nome.” Mateus 24:9

Para saber mais sobre os acontecimentos do fim dos tempos, leia o livro “A Terra vai pegar fogo”, do Bispo Renato Cardoso.  Além disso, participe do Estudo do Apocalipse, realizado todos os domingos, às 18h, no Templo de Salomão. Você também pode acompanhar pelo Univer Vídeo.


Perseguição aos cristãos aumenta mais de 30% em um ano
  • Da Redação / Foto: Getty Images e Reprodução 


reportar erro