Rede aleluia
Crianças “agradecem” a Satanás em novo filme da Disney
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
GaranhunsRecife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
Baln. CamboriúBlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 2 de Dezembro de 2022 - 21:31


Crianças “agradecem” a Satanás em novo filme da Disney

O filme "Mundo Estranho", que é voltado para o público infantil, tem causado polêmica. Entenda

Crianças “agradecem” a Satanás em novo filme da Disney

Trazendo uma subtrama pró LGBT, novo filme da Disney/Pixar, chamado “Mundo Estranho”, tem baixa bilheteria, mesmo durante feriado nos Estados Unidos.

O que você precisa saber:

O filme animado, que tem como público alvo crianças, estreou no último dia 24 de novembro e traz uma cena polêmica envolvendo crianças “agradecendo” a Satanás.

A trama é uma comédia de ficção científica sobre uma família de exploradores que tentam salvar o planeta. E no seu enredo traz ainda um garoto de 16 anos, que é gay. 

O personagem também seria um primeiro homossexual abertamente assumido em filme de animação da Disney, de acordo com o Yahoo News.

O que analisar:

Diante da polêmica e baixa aceitação do público, até o momento, o filme – que custou  180 milhões de dólares – só arrecadou 19 milhões. 

Ou seja, muito abaixo do esperado, segundo a Variety. Especialistas já estimam que a produção é um verdadeiro fracasso e prejuízo para a Disney.

Relembre outros casos de empresas que perderam dinheiro por trazer temas LGBT:

Responsável por implantar a ideologia de gênero na Disney é demitido

Grandes empresas perdem milhões por posicionamentos ideológicos

Quem “lacra” não lucra


Crianças “agradecem” a Satanás em novo filme da Disney
  • Redação / Foto: Reprodução 


reportar erro