Rede aleluia
52 decisões certas de Neemias – 19ª semana
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 19 de maio de 2020 - 16:16


52 decisões certas de Neemias – 19ª semana

Priorize a porta do sacrifício. Entenda

52 decisões certas de Neemias – 19ª semana

“E levantou-se Eliasibe, o sumo sacerdote, com os seus irmãos, os sacerdotes, e reedificaram a porta das ovelhas, a qual consagraram; e levantaram as suas portas, e até à torre de Meá consagraram, e até à torre de Hananel.” Neemias 3.1

A exemplo do que aconteceu com a igreja primitiva quando o Espírito Santo desceu sobre ela, aqueles sacerdotes estavam numa só fé, num só coração e num só espírito.

De acordo com o Bispo Júlio Freitas, neste versículo é possível ver com clareza que o sumo sacerdote abraçou aquela visão que Neemias havia passado para ele, e ele, por sua vez, passou para os outros sacerdotes.

“Veja que para você passar algo para alguém primeiro tem que viver, tem que estar vestido daquele espírito, seja ele de humildade, de sinceridade, definição, de coragem, de perseverança, de temor, respeito, consideração a Deus.  Não adianta falarmos algo e não praticarmos. Neemias praticava o que ele estava ensinando. E aquele sumo sacerdote se vestiu daquele espírito e passou o mesmo para os outros sacerdotes”, esclareceu o Bispo Júlio.

Leia também:

18ª semana – 52 decisões certas de Neemias

17ª semana – 52 decisões certas de Neemias

A representação do Senhor Jesus

Assim, a primeira porta que eles edificaram foi a porta das ovelhas que, de acordo com o Bispo Júlio, representa o Senhor Jesus. Pois, era por ela que entravam os animais que eram levados para serem oferecidos em sacrifício à Deus no Templo.

Isto é, embora Jerusalém tivesse outras portas, eles priorizaram consagrar e edificar primeiro a das ovelhas, porque sabiam do seu valor espiritual.

“Quando a gente prioriza a nossa vida espiritual a gente abre essa porta, simbolizando que o Senhor Jesus nos consagrou o caminho para a Salvação, que é o caminho do sacrifício, da obediência, da renúncia, da submissão, da entrega incondicional a Deus”, ressaltou o Bispo.

Sem a aprovação de Deus não há a certeza da Salvação

Ele ressaltou ainda que, infelizmente, o que falta para que a vida de muitas pessoas seja consagrada a Deus é o sacrifício. São pessoas que têm conhecimento bíblico, têm até um a posição na igreja, mas se não há a consagração dessa porta das ovelhas, por meio de uma vida de renúncia e obediência, não há aprovação de Deus e, consequentemente, não há certeza da Salvação.

“Nós estamos vivendo dias que antecedem a volta do Senhor Jesus e Ele está alertando o seu povo e às nações, porque as profecias têm se cumprido, então, reedifique a porta das ovelhas, não abra mão do seu relacionamento com Deus, desta forma, você estará separado para Deus e, consequentemente, abençoado e protegido”, finalizou o Bispo.

Acompanhe abaixo, na íntegra,  o vídeo da 19ª semana:


52 decisões certas de Neemias – 19ª semana
  • Jeane Vidal / Foto: Getty Images 


reportar erro