Rede aleluia
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 8 de maio de 2020 - 16:29


52 decisões certas de Neemias – 17ª semana

Não se deixe influenciar pelas zombarias e desprezo dos perseguidores

“O que ouvindo Sambalate, o horonita, e Tobias, o servo amonita, e Gesém, o árabe, zombaram de nós, e desprezaram-nos, e disseram: Que é isto que fazeis? Quereis rebelar-vos contra o rei?” Neemias 2:19

Para o Bispo Júlio Freitas,  Sambalate, Tobias e Gesém, representam a malícia, a dúvida e o medo.

Ele explica que esses três homens foram usados pelo mal para tentar tirar o foco de Neemias e do povo para a reconstrução da cidade de Jerusalém, que, conforme ele explicou anteriormente, representava a reconstrução da comunhão deles com Deus.

De acordo como o Bispo Júlio, toda reconstrução duradoura começa na nossa vida espiritual. Então, foi a partir dela que Neemias começou a trabalhar no íntimo dos moradores de Jerusalém, na reconstrução da comunhão com Deus por meio da fé obediente. E os inimigos sabendo que Neemias estava fortalecendo o povo e as muralhas já estavam sendo reconstruídas ficaram irados e zombaram, com o intuito de fazê-los desanimar.

Leia também: 52 decisões certas de Neemias – 16ª semana

Entenda a estratégia do mal para minar a sua fé

No entanto, Neemias não se deixou levar pelas zombarias e nem pelo desprezo.

Da mesma forma você não deve se deixar intimidar por aqueles que tentam lhe ridicularizar e fazer chacotas por causa da sua fé.

“Você que está enfrentando dificuldades,  está sendo tentado, sofrendo injustiças, sendo humilhado; você que no seu trabalho, na sua casa,  no seu círculo de amizade é zombado, desprezado, você tem que entender que quando você decide reconstruir sua vida com Deus, isso faz com que você mude sua forma de ser, seus hábitos, seu estilo de vida e, a verdade é que isso incomoda não somente os seus familiares, os seus amigos, mas principalmente, o diabo”, destaca o Bispo.

Ele destaca ainda que o intuito do mal é fazer com que você tire a atenção da sua reconstrução espiritual, da sua fé ativa para se deixar influenciar pelas zombarias, pelo que você ouve e vê, enfim, pelas emoções.

Portanto, o Bispo aconselha: “Guarde os seus olhos, não se deixe influenciar pelas zombarias ou pelo desprezo, porque Deus é contigo como foi com Neemias.  Esse ano  você vai ver a sua vida reconstruída de dentro para fora. E nunca mais você será a mesma pessoa apagada, indefinida, acomodada, negligente, medrosa. Com o Espírito de Deus você será mais que vencedor”, garante.

Acompanhe abaixo o vídeo completo da 17ª semana:


  • Jeane Vidal / Foto: Getty Images 


reportar erro