Parábola dos Talentos: eis o que você precisa saber

Entenda o que o Senhor Jesus quis ensinar com essa história


Por Daniel Cruz / Foto: Reprodução, iStock

No capítulo 154, da novela Jesus – que vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 20h45, pela Record TV -, o Mestre contou aos Seus discípulos a “parábola dos talentos” (Mateus 25.13-30). Confira:

Praticando a Bíblia

O tema central dessa parábola é: trabalho. Ou seja, quem recebe de Deus o entendimento de Sua mensagem precisa compartilhar o que recebeu com outras pessoas. Além disso, é necessário, obviamente, praticar o que se aprendeu.

Em outras palavras, Cristo deseja que Seus seguidores aguardem com prudência e paciência a Sua vinda – representada pelo senhor que fez a viagem e retornará -, enquanto trabalham para o Reino dEle.

“Os talentos são recursos, qualidades, condições e habilidades concedidos pelo Espírito Santo aos Seus servos para que eles usem a Seu serviço. Nessa parábola, os talentos foram distribuídos de acordo com a capacidade de cada servo. Essa capacidade não significa aptidão, escolaridade ou inteligência, mas coragem para assumir a fé, se desprender de tudo o que possui e se entregar totalmente ao trabalho de Salvação dos perdidos. Portanto, quem mais se entrega ao ganho de almas, mais talentos receberá do Espírito Santo”, observa o Bispo Edir Macedo em suas anotações bíblicas.

O que fazer com os talentos?

Todos nós recebemos essa responsabilidade do Senhor Jesus. Vale notar que o homem desta parábola deixa a incumbência para seus servos. Desse modo, a ordem não é para todas as pessoas. Mas sim para aquelas que se dizem pertencer ao Reino de Deus.

O servo “bom e fiel” com certeza faria de tudo para aproveitar ao máximo os talentos que lhe foram confiados pelo Altíssimo. Vale observar que não é um fardo injusto colocado por Deus, porque cada um foi avaliado segundo o que poderia oferecer. Por exemplo, um servo devolveu 10 talentos e o outro devolveu 4, mas ambos dobraram as quantidades iniciais que receberam.

Leia também: 5 dicas para manter o foco no Reino de Deus

O servo mau e negligente

Aquele que escondeu o seu talento nos faz lembrar das pessoas que se apoiam na “falta de tempo”, “falta de recursos” ou “falta de oportunidades” para não trabalharem para o Criador. Porque o servo poderia ter feito algo com aquele único talento que tinha. Era pouco, mas era o que estava sob a sua responsabilidade.

“O servo mau e negligente não correspondeu às expectativas do seu senhor. Ele não agiu como os seus dois companheiros porque tinha maus olhos para com o seu senhor. Desse modo, por conta da sua malícia, foi lançado nas trevas. Isso mostra que o servo mau não busca a glória para Deus, e sim para si mesmo, pois é vaidoso, orgulhoso e falso no servir. Além disso, está mais preocupado em agradar aos homens do que ao Todo-Poderoso”, acrescenta o Bispo Macedo.

Um dia acontecerá a prestação de contas

Há um perigo relacionado à essa parábola do Senhor Jesus, alertado pelo apóstolo Pedro. Em uma de suas cartas, ele observou que há pessoas que questionam a vinda de Cristo, por causa de sua aparente “demora”. E, por isso, deixam de praticar a Mensagem (2 Pedro 3.3-4). Entretanto, o apóstolo segue lembrando que nos dias de Noé as pessoas duvidavam também do dilúvio. E foram pegas de surpresa.

Novela Jesus

Acompanhe os capítulos dessa obra que tem retratado em detalhes a trajetória do Salvador, enquanto esteve em forma de homem neste mundo. Não perca também, aqui, no Universal.org, informações e reflexões sobre a novela.

ler mais
Notícias relacionadas
Reportar erro

comentários

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Parábola dos Talentos: eis o que você precisa saber

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Fake news

Você sabe de alguma notícia falsa que tem circulado na internet sobre a igreja Universal? Relate aqui o caso que iremos trazer toda a verdade no site Mitos e Verdades

Formulário de Denúncia

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente


Expediente

Editora Executiva:

Cinthia Meibach

Coordenadora de Conteúdo:

Ivonete Soares

Repórteres:

Andre Batista, Daniel Cruz, Débora Picelli, Jeane Vidal, Michele Roza, Rafaella Rizzo, Sabrina Marques, Rafaela Dias



E-mail para Contato: redacao@sp.universal.org.br

Telefone:(11) 2392-3372

Endereço Rua João Boemer, 254 - Brás, São Paulo

Cep: 03018-000

Free WordPress Themes, Free Android Games