Rede aleluia
Pensamento #31 — A caixa de bolo
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Renato Cardoso | 10 de Julho de 2014 - 08:47


Pensamento #31 — A caixa de bolo

Pensamento #31 — A caixa de bolo

Parte da série “40 Pensamentos de Jesus”. Veja todos os anteriores aqui, mas primeiro saiba como funciona o propósito aqui.

Se alguém te obrigar a andar uma milha, vai com ele duas. Mateus 5.41

O dono de uma padaria estava procurando por um rapaz para começar a trabalhar e lhe ajudar no dia a dia do negócio. Três rapazes se apresentaram para o teste: Edinho, Maurício e João Carlos. O teste era entregar um bolo confeitado em uma linda caixa para a Sra. Maria Torres na Rua dos Arqueiros, 789.
Edinho foi o primeiro a sair, mas no meio do caminho telefonou para a padaria para perguntar se o número era 798 ou 897. Uma hora depois, ele finalmente voltou com a caixa de bolo dizendo que tal número não existia.
Maurício foi próximo. Saiu e voltou logo, trazendo a caixa de bolo. Relatou que Rua dos Arqueiros, 789 era uma igreja, e que a Sra. Maria Torres morava na verdade no 789 B, mas recentemente havia se mudado.
Era a vez de João Carlos. Ele saiu e levou mais tempo do que os outros rapazes, mas voltou sem a caixa de bolo. João descobriu o mesmo que Maurício, mas não parou por aí. Perguntando aos vizinhos, conseguiu descobrir o novo endereço da Sra. Torres e foi até lá. A Sra. Torres disse a ele (como era de se esperar) que não havia feito nenhum pedido de bolo. Mas João Carlos desembrulhou a caixa, mostrou o delicioso bolo para ela, disse-lhe o preço e convenceu-a a aceitá-lo e pagar pela entrega.
Qual o rapaz que o dono da padaria empregou?
“Andar mais uma milha” é um dos Pensamentos mais conhecidos de Jesus. Mesmo assim, por ser tão pouco praticado, dois mil anos depois ainda nos surpreendemos quando alguém excede nossas expectativas. A maioria das pessoas não quer andar nem uma milha, que dirá duas. Agora imagine as oportunidades que esse fato lhe traz se você começar a andar mais uma milha em tudo o que faz? (Rima não intencional, mas até que soou legal.) (Rima não intencional, de novo.)
Aplicação: Prometa menos, entregue mais.
E se você se tornasse um “marido mais uma milha”, “esposa mais uma milha”, “filho mais uma milha”, “funcionário mais uma milha”, “patrão mais uma milha”, “cristão mais uma milha”…? Como você pode se tornar “mais uma milha” já? Deixe seu comentário.
 
Veja também:

Cadastre-se nesse blog e seja avisado de novos posts…
 
 


reportar erro