Rede aleluia
Pensamento #15 — Você passaria neste teste?
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Renato Cardoso | 24 de junho de 2014 - 00:01


Pensamento #15 — Você passaria neste teste?

Pensamento #15 — Você passaria neste teste?

Parte da série “40 Pensamentos de Jesus” — saiba mais…

Ó mulher, grande é a tua fé! Faça-se contigo como queres. Mateus 15.28

Esta mulher, que tirou do Senhor Jesus esta alegre e surpresa expressão, era uma gentia, estrangeira vinda de terras vizinhas a Israel. Uma mãe que buscava ajuda para a filha que estava horrivelmente afligida por um espírito maligno.
A maneira que Jesus inicialmente reagiu a esta mulher foi incomum. Normalmente receptivo e acolhedor de todos os que O buscavam, Jesus agiu de forma dura e insensível com esta mulher. Primeiro, a ignorou. Em seguida, quando os próprios discípulos Lhe pediam que Se livrasse dela, disse que Sua prioridade era os filhos de Israel. Depois, quando a mulher insistiu, disse a ela que não era certo tirar o pão dos filhos e dá-lo aos cães.
O que você faria se alguém na igreja, um pastor ou outro obreiro, lhe tratasse como Jesus tratou aquela mulher? Como você reagiria se ao falar com o pastor, ele lhe ignorasse? E se você ouvisse os obreiros da igreja cochichando a seu respeito dizendo que você é uma pessoa muito chata, que a melhor coisa seria se livrarem de você? E se o bispo da igreja lhe dissesse que não podia lhe atender porque tinha pessoas mais importantes que você na sua frente?
No mínimo, você nunca mais voltaria naquela igreja. Pois é, mas foi exatamente isso que aconteceu com aquela mulher. Mesmo assim ela não se ofendeu nem se retirou. E por isso Jesus expressou o que pensava a respeito dela: “Grande é a tua fé!”
Mas por que, afinal, Ele a tratou assim? Não foi apenas porque era estrangeira, pois não fez o mesmo com o centurião, por exemplo, que também era estrangeiro. Como Jesus nunca fez nada por acaso, creio que Ele testou a fé daquela mulher porque sabia como ela reagiria. Assim, ficaria gravado na história como a fé pode sobrepujar os sentimentos.
Um dos grandes males de hoje chama-se hipersensibilidade emocional. Pessoas hipersensíveis que se ofendem por tudo e por nada, que vivem muito pelo que sentem e se preocupam ao extremo com o que os outros dizem ou pensam a seu próprio respeito.
A fé daquela mulher foi grande exatamente porque ela ficou acima dos seus sentimentos. E mais: ela aproveitou uma ofensa e a tornou em vantagem para si! “Sim, sou um cachorrinho… Só a migalha que cai da mesa me basta.”
Aplicação: Fique acima dos seus sentimentos. Aproveite as ofensas, a indiferença, a rejeição que vêm dos outros e transforme-as em força e oportunidades.
Você é uma pessoa hipersensível? Tem dificuldade de perdoar ou se desligar de uma ofensa? Você se afastou da igreja porque alguém lhe ofendeu? Como você pode tornar uma rejeição ou outro tratamento de desprezo em força própria e oportunidade? Deixe seu comentário.
 
 
Veja também:

Cadastre-se nesse blog e seja avisado de novos posts…
 
unknown.png Curta nossa página no Facebook. 0% de besteira garantido — ou o seu click de volta.
 
 
 


reportar erro