Rede aleluia
O que fiz para meu marido parar de beber
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Renato Cardoso | 4 de fevereiro de 2014 - 09:50


O que fiz para meu marido parar de beber

O que fiz para meu marido parar de beber

Recebemos este comentário muito interessante da Leila, onde ela conta sua história:

Primeiro gostaria de agradecer a notória dedicação de vocês à família. A infelicidade no lar é o que mais desestrutura a vida de qualquer um.
Segundo, venho testemunhar o que aconteceu no meu casamento. Venho buscando do Senhor sabedoria para conduzir meu lar já faz tempo. Desde o namoro meu esposo já bebia, mais eu não me importava porque tudo era festa. Depois do casamento continuou. A gente se ilude em pensar que depois do casamento muda. Não muda. Todos os sábados almoçávamos fora. Ele sempre começava a beber antes do almoço e só parava quando não aguentava mais ficar em pé. Sempre brigávamos muito por isso.
Meus finais de semana eram terríveis… mais sempre o honrei, independente da atitude dele. Um sábado como tantos outros, ele me fez passar muita vergonha de tanta bebida. Daí eu clamei a Deus… pedi que me desse sabedoria, não aguentava mais falar e falar e ser a chata. Então digitei no Google o que fazer para meu marido parar de beber. Apareceu uma mensagem muito sabia de vocês, Renato e Cristiane. O que mais me chamou atenção foi o que vocês falaram sobre as consequências dos erros, que eu precisava deixa-lo sentir as consequências dos seus atos ao invés de protegê-lo, como eu sempre fazia.
Daí resolvi escrever uma carta pra ele, onde eu dizia tudo que deixaria de fazer, e apresentei a Deus, com fé. Pedir para que Ele tirasse a venda dos olhos dele, que conseguisse enxergar que estava acabando não só com nosso relacionamento mas com tudo…
Daí em diante minha vida mudou. Eu cumprir o que escrevi, e Deus me ouviu.
Aos poucos, por ele mesmo e sem cobranças da minha parte, ele mudou. Hoje é uma nova pessoa. Minha mãe sempre me ensinou que devemos ver se as qualidades superam os defeitos. As qualidades dele sempre superaram. Meu marido sempre me fez me sentir a mulher mais especial do mundo, é companheiro, amigo, se sacrifica de todas as maneiras para satisfazer meus desejos, então eu me perguntava, por que não lutar? Só não sabia como, mas Deus me mostrou a maneira certa e para a glória Dele, faz uma semana que nos batizamos juntos!
Leila
Deus tem nos moldado de acordo com o Seu querer. É muito bonita nossa história, conquistamos tudo que queremos com a força do amor e da sabedoria que vem do Senhor…
Que a Luz de Deus esteja sempre sobre vocês. Obrigada!
 
 

Algumas lições da história da Leila:

  1. Se o problema já se apresenta durante o namoro, continuará no casamento. Provavelmente pior. Portanto, resolva o problema antes de casar. E se não resolver, não case.
  2. Quando ela viu que suas tentativas haviam falhado, recorreu a Deus. Nunca subestime o poder da fé para realizar o impossível.
  3. Ela usou corajosamente a fé e também a inteligência. Segui o conselho que recebeu de nós e decidiu não mais tolerar o comportamento do marido. Deixou bem claro para ele o que não aceitaria mais, e o que faria caso ele continuasse. E fez isso sem atacá-lo.
  4. Deixou de cobrar e chatear o marido e passou a cobrar e chatear a Deus para que lhe desse sabedoria para lidar com o problema.
  5. Foi à igreja lutar em oração, não ficou sozinha em sua luta.

Parabéns à Leila pelas atitudes e pelos resultados. Ficamos muito felizes por vocês.
A boa notícia é que as lições podem ser praticadas por qualquer um. Não apenas leia os conselhos, siga-os. Traga Deus para dentro do seu problema. Vá buscá-Lo na casa Dele, não fique esperando na sua casa. Todas as quintas-feiras na Terapia do Amor você aprende a fazer uso da fé e da inteligência para vencer suas batalhas. Saiba mais aqui.
 
 
Veja também:

 
Cadastre-se nesse blog e seja avisado de novos posts…
 
 


reportar erro