Rede aleluia
Como terminar um affair antes que ele acabe com você
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Renato Cardoso | 15 de janeiro de 2014 - 13:26


Como terminar um affair antes que ele acabe com você

Como terminar um affair antes que ele acabe com você

Você não está muito bem no seu casamento. A rotina entrou na vida de vocês e não dá sinal de que vai sair tão cedo. O sexo, quando acontece, parece aquele sentimento que você tem quando paga seus impostos: ressentimento por não poder escapar de uma situação desagradável. A cada dia que passa você se pergunta: Será que ainda amo essa pessoa?

Enquanto isso, no trabalho, você vê aquela que lhe faz viajar na imaginação. Tudo o que você não vê na sua esposa ou marido está nela. Você se sente jovem, vivo novamente. Vocês trocam olhares e sorrisos. Aquela pessoa elogia seus talentos, sua inteligência, e ocasionalmente, até aquela roupa que você vestiu de manhã pensando nela.

Você já começou um affair e sabe disso. Se ainda não é um affair físico, com certeza é um emocional. E agora você vive entre o aquele sentimento de aventura e o sentimento de obrigação para com seu casamento.
Congele a imagem. Pare a música melodramática. Pare tudo. Vamos entender o que está acontecendo, friamente. Resumindo em quatro palavras:

Amor morre por desnutrição.

Se você deixar de alimentar o seu amor por sua esposa ou marido, ele morrerá. Se você alimentar seus sentimentos pela outra pessoa, eles se fortalecerão. Então é você quem decide, na verdade. Sua cabeça é quem manda no seu coração. Mas se ela não mandar nele, ele vai mandar nela e levá-la a fazer um monte de besteira.
Nesse monte estão incluídos muito choro do parceiro, seu e das crianças; muito prejuízo financeiro em um possível divórcio; muita vergonha dos seus familiares e conhecidos; anos jogados fora; mágoas inesquecíveis muito difíceis de perdoar (inclusive o desafio de se perdoar)… e muitas outras consequências. E quando você acordar para a realidade, se aquela outra pessoa realmente ficar com você, verá que ela é tão imperfeita quanto seu parceiro atual.
O que fazer então para não cair nessa besteira?
Mate seus sentimentos adúlteros por desnutrição. Remova todo e qualquer contato e oportunidade de lembrança da outra pessoa. Conversas, fotos, Facebook, telefone, presentes… Pare de viajar no túnel do tempo e visitar as memórias de coisas que rolaram entre vocês.
Saia desse emprego, se possível, ou pelo menos peça para ser mudado de seção. Se você matar esses sentimentos de fome, e fizer isso constantemente, eles desaparecerão.
Ao mesmo tempo, você tem que se esforçar para se voltar para sua esposa ou marido, como no início do relacionamento. Preste mais atenção nela, se interesse por ela, procure saber o que se passa com ela. Isso fará reacender a chama do amor.

O amor nasce e sobrevive por nutrição.

Finalmente, entenda que há um fator espiritual nisso tudo. Traição, separação, divórcio, famílias destruídas, mágoas, promessas quebradas… tudo isso está por trás de muitos males em nossa vida e sociedade. Se você quer estar mais perto das coisas boas, de Deus, você tem que fazer o certo e não o errado. Portanto, acima de tudo, fortaleça-se em Deus para resistir a essas fraquezas humanas.


reportar erro