Rede aleluia
Valorize as coisas simples da vida
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Núbia Siqueira | 23 de Novembro de 2021 - 11:43


Valorize as coisas simples da vida

Leia e medite na mensagem de hoje

Valorize as coisas simples da vida

Era uma sexta-feira de março de 2018, e o dia prometia ser puxado demais. Comecei com a meditação com as esposas dos pastores, às 8h. Às 9h30, já estava no escritório para terminar um projeto que findava o prazo de entrega naquele dia.

Logo após o almoço, iria acompanhar o @bpdomingosoficial rumo a uma cidade do interior.
Estava muito cansada! E o cansaço pior era o mental. Fui me arrastando, mas com satisfação pelo privilégio de conhecer as pessoas que nos aguardavam lá em Cachoeiro do Itapemirim.

O estado do Espírito Santo tem uma natureza deslumbrante. Viajar por lá é assistir a um show através da janela do carro. Montanhas para todos os gostos, rochedos de granitos coloridos, praias, lagoas, encostas com vegetação virgem…

Já prestes a chegar ao nosso destino, avistei um monumento natural conhecido como o Frade e a Freira. Uma pequena trilha à beira da estrada convidava a subir com a promessa de uma vista espetacular. Não resisti e pedi para ficar um pouquinho ali, enquanto, o Domingos e algumas pessoas que estavam conosco seguiram.

Não estava preparada para aquela subida, mas tirei o salto e fui. Ao chegar no alto, tive uma experiência que nunca mais vou esquecer-me. Os 15 minutos descalça naquela pedra valeram como se tivesse tido uma semana inteira de descanso.

Parecia um milagre, mas todo peso do cansaço foi embora e eu estava completamente revigorada.

Então, quando os médicos receitam caminhar na areia, tomar sol ou ter um tempinho com a natureza, não é conversa da Carochinha. Funciona mesmo.

Hoje com tanto cimento e asfalto nos grandes centros, fica difícil viver coisas tão simples, não é? Porém, a conservação da saúde em todos os sentidos também está associada ao ato de pisar no chão, de comer uma fruta no pé, de acariciar um animalzinho, de dar um abraço bem apertado numa pessoa querida…

Essas coisas não são caras e fazem tanto bem!

Bora por os pés na terra hoje? Quem aceita o desafio?


Valorize as coisas simples da vida
  • Núbia Siqueira 


reportar erro