Rede aleluia
Orações decorativas ou fundamentais?
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Núbia Siqueira | 21 de Setembro de 2021 - 20:04


Orações decorativas ou fundamentais?

Leia e medite na mensagem de hoje

Orações decorativas ou fundamentais?

Qual a diferença entre um vaso decorativo e um vaso sanitário?

Qual a diferença entre um prato com flores no centro da mesa e um prato de comida?

Qual a diferença entre um quadro colocado na cabeceira da cama e a cama?

Rapidamente, conseguimos identificar aquilo que não pode faltar na nossa vida, não é?

Podemos viver sem o vaso decorativo, sem o prato de flores e sem o quadro. Mas, precisamos do vaso sanitário, da comida e da cama. Estes e outros são elementos essenciais, face aos decorativos que enchem uma casa.

Do mesmo jeito acontece, também, com as nossas orações. Há aquelas que são decorativas e outras que são fundamentais.

Há orações bonitas e eloquentes, mas são farisaicas, ou seja, só servem para enfeitar. Enquanto há outras que podem não ter beleza alguma, mas são sinceras e resolvem os problemas.

Ah! Como erramos porque, muitas vezes, valorizamos mais aquilo que não nos acrescenta nada e desprezamos aquilo que nos é essencial.

Não erre!


Orações decorativas ou fundamentais?
  • Núbia Siqueira / Foto: Istock 


reportar erro