Rede aleluia
O que a Romênia nos ensina
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Núbia Siqueira | 22 de Setembro de 2021 - 21:07


O que a Romênia nos ensina

Leia e medite na mensagem de hoje

O que a Romênia nos ensina

Há quase 32 anos caiu um regime ditatorial imposto por Nicolae Ceauşescu na Romênia. Por décadas os romenos foram oprimidos em todos os sentidos, inclusive, espiritualmente. O povo não podia buscar a Deus ou ler a Sua Palavra. Mas, em apenas dez dias, houve uma reviravolta e Ceausescu e a sua esposa Elena foram arrancados do poder.

Cerca de 80 cristãos participaram desse processo ao se reunirem para orar antes da revolução. Eles fizeram como diz as Escrituras:

“E se o Meu povo, que se chama pelo Meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face e se converter dos seus maus caminhos, então Eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra.” II Crônicas 7:14

Eles eram apenas 80 pessoas, mas se humilharam, oraram, buscaram e se converteram.

O que aconteceu?

Deus Se manifestou.

Vemos, então, que a nossa união espiritual pode gerar a libertação para qualquer nação.

Não há nada mais poderoso do que buscar ao Altíssimo.

Manifestações podem ser úteis, mas nem de longe se comparam aos efeitos de um clamor.

Se substituíssemos as reclamações e difamações contra a política nas redes sociais por orações, a nossa terra seria sarada.

Os cristãos influenciariam muito mais se cumprissem a Palavra de Deus!


O que a Romênia nos ensina
  • Núbia Siqueira / Foto: Istock 


reportar erro