Rede aleluia
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 8 de novembro de 2019 - 12:58


Youtuber é preso por assediar mulheres na rua

Ele fazia parte de um movimento que incentivava outros homens a abordar desconhecidas

Entre os conteúdos da internet, é possível encontrar grandes absurdos. Um deles é um movimento que oferece cursos sobre como assediar.

Homens que se intitulam “pickup artist” (ou “artistas da sedução”, do inglês) são pagos por outros homens para ensiná-los a como abordar mulheres desconhecidas pelas ruas das cidades.

Para piorar o caso, os “professores” filmam as suas interações e dos “alunos” e expõem a imagem das mulheres na internet sem a permissão delas.

O caso do youtuber que foi preso

A situação tem se agravado de tal modo que, no dia 25 de setembro deste ano, um desses tutores, chamado Adnan Ahmed, de 38 anos, foi condenado na Escócia por comportamento ameaçador e abusivo.

Ele publicava vídeos havia dois anos no Youtube (foto ao lado). E a primeira-ministra do Parlamento escocês, Nicola Sturgeon, disse que estava “totalmente enojada” com o conteúdo.

Entre as vítimas, estava uma moça que na época tinha 17 anos. Ela estava voltando sozinha do trabalho para casa. E disse que se sentiu ameaçada com a atitude de Ahmed.

Por causa disso, o Youtube fechou o canal e ele foi preso.

Leia também: Topíssima: Charme, sedução e falta de caráter

O que é ser um homem de verdade?

Em seu blog, Renato Cardoso, idealizador do Projeto IntelliMen, esclarece que “ser homem” não é uma questão de biologia.

“Em todas as culturas do mundo, ser homem é diferenciado de ser macho. O macho é simples resultado da natureza. Ele nasceu com um par de cromossomos diferentes dos da mulher. Já o homem não é fruto da natureza, mas sim um título que tem que ser ganho por mérito, prova, caráter, força e coragem”, explicou.

Por não terem consciência da diferença que existe entre ser “macho” e ser “homem”, muitos na atualidade têm confundido o seu real papel na sociedade e, assim, estão se perdendo nos mais estranhos comportamentos.

Parte dessas atitudes masculinas infantis possuem raízes mais profundas, como a insegurança.

Na programação televisiva “Escola do Amor”, exibida no dia 12 de outubro, Renato e Cristiane Cardoso apresentaram 5 características de um homem seguro. Confira quais são elas no vídeo abaixo:

Projeto IntelliMen

Se você deseja conhecer ferramentas que realmente lhe ajudarão a se tornar um homem ainda melhor, participe do Projeto IntelliMen. Leia o manifesto e saiba mais.

Além disso, todos os meses, uma palestra exclusiva para homens é realizada no Templo de Salomão, localizado na capital paulista.

Acompanhe as novidades por meio da página oficial no Facebook e participe dos próximos encontros.


  • Daniel Cruz / Fotos: Reprodução 


reportar erro