Rede aleluia
Voluntários levam fé e esperança a familiares nas áreas externas dos hospitais no Paraná
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 15 de Janeiro de 2021 - 16:47


Voluntários levam fé e esperança a familiares nas áreas externas dos hospitais no Paraná

Grupo da Saúde realiza frequentemente ações de apoio a familiares de pacientes e adaptou o trabalho durante a pandemia  

Voluntários levam fé e esperança a familiares nas áreas externas dos hospitais no Paraná

Com o objetivo de levar uma palavra de fé e de esperança para as pessoas, que muitas vezes estão sozinhas e sem amparo, voluntários do Grupo da Saúde (GSU) realizam frequentemente ações de apoio aos familiares de pacientes internados. O ‘Ponto da Saúde’ como é chamado acontece na área externa de algumas unidades hospitalares de Curitiba, capital do Paraná.

Durante a ação, o grupo anota os nomes dos pacientes e de seus familiares para que recebam uma oração de fé. Também distribuem revistas e folhetos com informações do projeto. Os voluntários, recentemente, estiveram nas seguintes unidades: Hospital Erasto Gaertner; Hospital Pequeno Príncipe; Hospital Universitário Evangélico Mackenzie e Hospital de Clínicas de Curitiba.

“É um trabalho fundamental neste período atípico que estamos enfrentando. Pois, é um feixe de luz no fim do túnel de muitas pessoas que estão desesperadas e desesperançadas com tudo que ouvem. Não sabem o que fazer ou qual rumo tomar. E é aí que chega esta ação gloriosa do Grupo da Saúde”, disse o Pastor Jefferson Fernandes, responsável pelo trabalho do GSU no estado.

“Levar vida por meio da Palavra”

Mais de 100 pessoas foram atendidas ao longo do dia pelo grupo — e seguindo os protocolos de prevenção contra a COVID-19 como o uso de máscaras de proteção individual, álcool em gel e também respeitando o distanciamento seguro entre as pessoas. A voluntária Fabiane Moreira contou como se sente grata ao atender esses familiares e levar vida por meio da Palavra.

“É um trabalho muito gratificante. Chegamos até as pessoas num momento quando estão bem fragilizadas. E, por vezes, muito vulneráveis, tanto no sentido físico da doença, quanto na questão emocional e espiritual. Fazer parte do Grupo da Saúde, e fazer este trabalho em frente aos hospitais, é levar vida por meio da Palavra. Realizar esse trabalho me faz muito feliz”, declarou.

Conforme relatou o Pastor Jefferson, antes da pandemia era possível realizar as ações nas dependências internas dos hospitais. Mas, agora, o grupo teve que se adequar às exigências do período e adaptar o trabalho nas áreas externas das unidades. E, mesmo diante da adversidade, conseguiram manter o foco do trabalho e alcançar muitas pessoas.

A senhora Maria Iolanda Schibicheski Silva foi uma das familiares atendidas recentemente. Ela contou como foi essa experiência:

“Quero expressar minha gratidão pelo apoio e as palavras de fé e carinho que recebi dos voluntários. Pela atenção no caso do meu filho, que ficou internado por 14 dias na UTI, lutando pela vida contra a COVID-19. Ele estava para ser entubado. Entretanto, no momento em que o grupo entrou em oração comigo, os médicos decidiram esperar mais um dia. E, meu filho se recuperou. Hoje, ele já voltou a trabalhar e está bem. Deus abençoe o Grupo da Saúde”, relatou.

Conheça o Grupo da Saúde

Para conhecer o trabalho que o Grupo da Saúde realiza em todo o Brasil, visite a página oficial do grupo no Facebook. Além disso, para fazer parte desse trabalho entre em contato pelo whatsApp (11) 95078-7939. A saber, você pode também enviar um e-mail para falecomgsu@gmail.com. Ademais, encontre a Universal mais próxima de você.


Voluntários levam fé e esperança a familiares nas áreas externas dos hospitais no Paraná
  • Michele Roza / Fotos: Cedidas 


reportar erro