Rede aleluia

Notícias | 27 de agosto de 2018 - 16:12


Universal lança campanha internacional de combate à violência juvenil

Segundo a OMS, 1,3 mil jovens morrem diariamente vítimas de violência

O grupo Força Jovem Universal (FJU) – programa social da Igreja Universal do Reino de Deus – lançou recentemente um movimento internacional de combate à violência na juventude, o “Saiba Dizer Não”.
Desenvolvido, por enquanto, em 12 países das Américas (foto acima no Chile), Europa, África (foto abaixo África do Sul) e Ásia, o trabalho pretende chamar a atenção do jovem para problemas como a violência, depressão, suicídio, vícios, bullying, preconceito e automutilação.
Realizado por meio de apresentações musicais, de teatro, dança e campeonatos esportivos, o “Saiba Dizer Não” reúne milhares de jovens de diversas classes sociais.
“O jovem representa o futuro da nação e para isso há necessidade de eles aprenderem a “Dizer Não” aos males que atingem sua geração”, destaca o idealizador da campanha, Bispo Marcello Brayner. Segundo ele, o trabalho tem por objetivo diminuir os índices de mortes precoces, da depressão e do suicídio nessa faixa etária.
De acordo com dados de 2015 da Organização Mundial da Saúde (OMS), a violência interpessoal foi a primeira causa de morte entre jovens de 15 a 19 anos. Estima-se que 1,2 milhão de adolescentes perdem a vida por ano, – três mil por dia, sendo que 43% dessas mortes são atribuídas à violência.
Eventos do projeto “Saiba Dizer Não” já foram realizados na África do Sul, Brasil, El Salvador,  Japão, Chile e nos Estados Unidos, onde reuniu mais de 100 mil jovens.
No primeiro semestre deste ano, ações do programa social Força Jovem Universal beneficiou a 1,8 milhão de jovens. As atividades contaram com o apoio de 95 mil voluntários.
Veja a agenda do “Saiba Dizer Não” 
01/09 –  Venezuela –  contra vícios, delinquência e suicídios
01/09 –  Nicarágua – contra violência, bullyng, drogas
01/09 –  São Tomé e Príncipe –  contra na gravidez precoce, vícios e depressão
08/09 –  República Dominicana –  violência em geral, feminicídio, drogas
11/09 –  Gâmbia – contra vícios, suicídios, gravidez, criminalidade, bullying, complexo de inferioridade, depressão, desemprego, abusos
06/10 –  Angola –  contra deliquencia, vício, criminalidade
13/10 –  França – desemprego, vícios, depressão
27/10 – Suriname – gravidez precoce, criminalidade, bullying, vícios, complexo de inferioridade, depressão


reportar erro