Rede aleluia
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 13 de julho de 2017 - 03:00


Universal inaugura igreja no Leblon

Saiba porque estar presente nesse bairro é tão importante

Há três meses, a Universal abriu as portas em um dos bairros mais valorizados do Brasil: o Leblon, no Rio de Janeiro. Sob a coordenação do pastor Souza Melo, a nova unidade da Universal se dispõe a levar a Palavra de Deus a pessoas que, aparentemente, não precisam de mais nada em suas vidas.

A Igreja (foto da fachada abaixo) está localizada na Avenida Ataulfo de Paiva, conta com estacionamento e salão para a Escola Bíblica Infantojuvenil (EBI) e espaço para 185 pessoas. “Agora temos condições de levar vida aos que aqui sofrem, independentemente de sua condição financeira, pois percebemos que aqui, muitas pessoas sofrem com problemas como depressão, vazio e solidão e agora temos uma porta aberta para receber os que querem nossa ajuda”.

Como a Bíblia ensina, o Senhor Jesus veio para libertar todos os homens, não importando condições financeiras. Isso porque cada um, a seu modo, enfrenta problemas.

Esse é o caso da jovem atriz Anita Amizzo (foto abaixo), que já participou de novelas de sucesso como “Rebelde” e “Os Dez Mandamentos”, além da minissérie “Milagres de Jesus”. Antes de conhecer Deus, Anita enfrentou problemas como a solidão, a depressão e o vício. Hoje ela é frequentadora da Universal no bairro Flamengo (última foto da matéria), que está situada na Rua Conde de Baependi, 44.

Anita, tendo despertado a fé dentro de si, afirma: “Eu comecei a realmente querer viver de verdade, uma vida direita. Deus foi restaurando devagar todas as áreas da minha vida. Ele foi me dando força, ele foi me dando a presença dEle a cada dia que passa, até hoje, cada vez com mais solidez. ”

Hoje, longe dos problemas espirituais pelos quais passava, Anitta se prepara para a estreia da novela a Belaventura.

Todos precisam de Deus

Reunião realizada em Universal no Flamengo

O pastor Souza revela que, embora em alguns casos os problemas enfrentados pelas pessoas sejam diferentes (a questão financeira, por exemplo, não é problema recorrente no Leblon), a solução é a mesma: manter a fé em Deus e entregar a vida a Ele.

De acordo com o pastor, é “uma experiência renovadora começar um trabalho em um lugar onde os moradores não conhecem os verdadeiros trabalho e intenção da Igreja”. Ele afirma que “é muito gratificante quando chega alguém sofrendo e fica livre após assistir uma de nossas reuniões. ”

Foi isso o que aconteceu com o jornalista Arnaldo Duran (na foto acima, durante reunião na Universal no Flamengo), por exemplo. Integrante da equipe de jornalismo da Record TV, Duran descobriu, em 2015, uma doença degenerativa neurológica chamada Síndrome de Machado-Joseph.

Na ocasião Duran já era frequentador das reuniões da Universal, o que não o livrou de ter de enfrentar a doença. Afinal, como foi mostrado na novela “O Rico e o Lázaro” no último dia 12, todos os homens precisam enfrentar a “fornalha”, especialmente aqueles que entregaram a vida a Deus.

“Foi graças à ajuda espiritual que tenho na Universal que não cheguei ao fundo do poço por ter sido diagnosticado com a doença incurável”, conta Duran.

A doença de Duran é incurável para os homens, o que poderia fazer com que o jornalista desistisse de sua própria vida. Sabendo que, aos poucos, perderão o controle do próprio corpo, muitas pessoas abrem mão de lutar. Mas não foi o que Duran fez.

Sua fé em Deus o ajuda a ir adiante, lutando por sua vida e confiando no poder do Senhor Jesus, que, conforme explica a Bíblia, é capaz de fazer o que para os homens é impossível.

“Hoje percebo que nas reuniões de quarta e domingo parei com aquela lista interminável de pedidos a Deus. Peço apenas que Deus nunca permita que eu saia da presença Dele”, conta o jornalista.

Duran conta que precisou vencer o próprio preconceito para conhecer a Universal. Foi durante uma entrevista com o bispo Edir Macedo que ele percebeu como é importante manter a fé em Deus para vencer qualquer obstáculo.

“Como fez comigo, o Espírito Santo está quebrando o orgulho e vaidade de ‘famosos’. Aprendi a usar a fé não emotiva, não religiosa. Mas não posso negar que as reuniões me trazem alegria, motivação”, conclui ele.

Você não precisa estar mal para buscar Deus

É natural que as pessoas procurem o Espírito Santo em momentos difíceis, mas não deveria ser sempre assim. O simples fato de estar vivo e bem é motivo suficiente para buscar Deus e agradecer. Foi isso o que o ator Bemvindo Sequeira (foto abaixo) fez.

Em 2007 ele já tinha quase quatro décadas de carreira, sendo reconhecido como um dos maiores atores brasileiros e participando de produções de sucesso no cinema, na televisão e no teatro. Mesmo assim ele buscava uma direção para seu espírito.

“Eu busquei a Universal porque tinha muita ânsia por conhecer o Espírito Santo, muita vontade de me aproximar dEle”, conta o ator. Bemvindo reconhece que muitas pessoas agem com preconceito ao falar sobre a busca por Deus. Afirmam que apenas “desesperados” ou “inocentes” querem estabelecer uma relação com o Altíssimo, mas esse não foi o seu caso.

“Eu não passava por nenhum problema. O casamento era feliz, já era famoso, bem resolvido profissionalmente e financeiramente e, mesmo assim, busquei essa aproximação com Deus. Isso porque o homem tem que ter Deus. Não é na hora da morte que a pessoa vai buscar por Ele, tem que buscar desde já. Não precisa estar passando por problemas para isso. ”

Bemvindo também frequenta a Universal no Flamengo, que é coordenada pelo pastor Rosemberg Valentim. Assim como a Universal aberta no Leblon, a igreja do Flamengo mostra justamente a preocupação de estar cada vez mais disponível para aqueles que estão sofrendo, mas também estar pronta para atender aqueles que, no momento, não passam por grandes dificuldades, mas querem se aproximar de Deus mesmo assim.

“Fé não tem a ver com classe social. Não é preciso ser de determinada classe para manter a fé ou buscar a Deus”, afirma Bemvindo. “Defender isso é preconceito de classe. Todo mundo precisa de Deus e cada um tem o direito de buscar o exercício de sua fé. Dizer que o pobre não sabe o que está fazendo e por isso vai para a igreja é preconceito. Ele tem consciência, sabe muito bem o que está fazendo da sua vida, é dono da sua vida e tem todo o direito de buscar a Deus. ”

Se você também quer estabelecer uma relação de fidelidade com Deus, participe de uma reunião da Universal mais próxima de sua casa. Lembre-se de que Ele ajuda os sofredores, mas também está disposto a ajudar todos que O procuram.


  • Por Andre Batista / Imagens: Universal e Reprodução Instagram 


reportar erro