Rede aleluia
Universal em Goianinha (RN) sofre atentado de militantes do PT
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
GaranhunsRecife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
Baln. CamboriúBlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 26 de Setembro de 2022 - 21:33


Universal em Goianinha (RN) sofre atentado de militantes do PT

Templos da Igreja também foram atacados pela esquerda na eleição de 2018

Universal em Goianinha (RN) sofre atentado de militantes do PT

Na noite do último sábado (24), um templo da Igreja Universal do Reino de Deus localizado na cidade de Goianinha (RN) foi vandalizado com fezes. Segundo testemunhas, o atentado foi praticado por pessoas que participavam de uma carreata da candidata do Partido dos Trabalhadores (PT) ao Governo do Rio Grande do Norte.

Não é a primeira vez que militantes de partidos de esquerda atacam a Universal às vésperas de uma eleição presidencial. Em 28/9/18, a uma semana do primeiro turno eleitoral daquele ano, um vigilante da sede da Universal de Fortaleza (CE) foi agredido por 12 ativistas do Partido Socialismo e Liberdade (PSOL), uma agremiação de extrema esquerda.

Outro ataque aconteceu no dia 20/10/18  a 8 dias do 2º turno, em uma Igreja Universal localizada no bairro da Bela Vista, em São Paulo (SP). Naquela ocasião, durante uma passeata, partidários da esquerda picharam muros e subiram na grade que protege o templo, ameaçando invadir o local.

O terceiro atentado naquele ano aconteceu em Santiago, capital do Chile, em 26/10. Frases de intolerância religiosa e ataques contra o então candidato à presidência do Brasil, Jair Bolsonaro, foram pichadas pelos esquerdistas na fachada de um dos templos da Igreja.

Em uma escalada perigosa de atitudes antidemocráticas, as agressões de militantes da esquerda contra os evangélicos já não estão restritas apenas às muitas mentiras que espalham nas eleições; estão atacando os templos e querem amedrontar as pessoas que os frequentam. Essa é mais uma prova de que desejam fechar as igrejas evangélicas.

Esses covardes jamais intimidarão a Universal, seus bispos, pastores, fiéis, nem os demais evangélicos e todos os cristãos.

A Igreja Universal já acionou as autoridades para que os criminosos sejam identificados e punidos pelo crime que praticaram.


Universal em Goianinha (RN) sofre atentado de militantes do PT
  • UNIcom / Foto: Reprodução 


reportar erro