Rede aleluia
“Será que ele não esqueceu a ex?”
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 27 de setembro de 2020 - 00:05


“Será que ele não esqueceu a ex?”

“Será que ele não esqueceu a ex?”

CRIS – Namoro há cinco anos com um rapaz de Deus. Já no início do namoro ele me disse que teve uma paixão de adolescente e que a moça o iludiu muito e depois o abandonou. Com o passar do tempo, essa decepção foi esquecida. Então, nos conhecemos e até hoje estamos juntos. Só que, recentemente, ele se abriu comigo e disse que teve três sonhos seguidos com essa moça logo depois de ler o livro Namoro Blindado. Ele me disse que já não pensava mais nela, mas esses sonhos o atormentam até agora, como se fossem um fantasma que veio atrapalhar nosso namoro.

CRISTIANE – Não devemos dar valor a um sonho porque ele depende muito do que está no nosso subconsciente. Ele depende do que nós comemos, do estresse que passamos, de alguma preocupação, de um comentário que ouvimos durante o dia ou de alguma ideia que veio à nossa cabeça – aí nossa a cabeça mistura tudo.

RENATO – Todo o nosso passado está nas nossas memórias.

CRISTIANE – Tudo o que vemos na internet ou na TV fica na nossa mente. Temos assim um baralho com um monte de assuntos juntos. Então, quando vamos dormir, nós relaxamos e aí as coisas vêm misturadas em um sonho.

RENATO – A Bíblia fala sobre a origem dos sonhos, que está relacionada aos muitos afazeres, às muitas responsabilidades e às informações.

CRISTIANE – Você tem que entender uma coisa: se ele tem essa preocupação de ter sonhado com ela em um dia, no próximo dia, ela virá novamente no sonho. Então, ele vai pensar que os sonhos realmente estão tentando dizer algo a ele. Mas, na verdade, não. O sonho é a preocupação, a ansiedade dele, que fez com que ele sonhasse com ela de novo.

RENATO – O que aconteceu é que ele ficou “viajando” nas memórias. Ele estava lendo o livro e leu sobre o passado e os relacionamentos anteriores e, com certeza, pensou nisso e deu asas às lembranças. Ele ficou lembrando e revivendo os momentos que teve com a ex-namorada. Isso foi uma escolha dele e, como você disse, foi uma situação que o fez sofrer muito, porque ela brincou com os sentimentos dele. Quanto mais forte é a emoção que vivemos, mais fácil é lembrar e mais difícil é esquecer. Então, se ele ficou mexendo nesse passado, é óbvio que a memória veio à tona. Isso não quer dizer que ele vá procurar a ex-namorada. A questão não é o sonho, mas o fato dele ficar fraco o suficiente para se manter ligado a ele e colocar em jogo o relacionamento de vocês. Então, eu só tenho uma dica para você: se ele for fraco para atribuir significado a esse sonho e colocar em questão o namoro de vocês, é hora de você pegar o salva-vidas e pular desse barco.

CRISTIANE – Você tem que entender que esquecer a ex é um problema dele e não seu. Se você já está com ele há cinco anos, não será você que vai ajudá-lo a esquecer a ex.

RENATO – Esse não é seu trabalho.

CRISTIANE – Se ele ficar mesmo abalado com essas lembranças e ficar relembrando toda hora, significa que ele não tem condições de estar em outro relacionamento.

RENATO – Pode ser que ele seja uma pessoa maravilhosa em outros sentidos, mas o namoro equivale ao Titanic – o navio top da época que afundou mesmo depois de seu criador ter dito que ele nunca afundaria. Ou seja, não adianta ser bonito e ter todas as qualidades, se vai afundar. Se esse relacionamento estiver fadado ao naufrágio, é melhor você pular desse barco logo.


“Será que ele não esqueceu a ex?”
  • Kaline Tascin / Foto: Getty images 


reportar erro