Rede aleluia
O vazio da alma: uma muralha que foi derrubada por Marcio Henrique
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 10 de Setembro de 2021 - 21:37


O vazio da alma: uma muralha que foi derrubada por Marcio Henrique

Saiba o que ele fez para vencer este mal e ter um Encontro com Deus

O vazio da alma: uma muralha que foi derrubada por Marcio Henrique

Não é falta de amor na vida. Não é tristeza, nem alegria. Mas, a sensação é incômoda, desconfortável e cruel. Parece um buraco no peito, que cresce a cada instante. Nem mesmo a excelente condição social minimiza a dor. Não fosse o semblante triste e caído, a pessoa não teria o que reclamar. Alguns chamam isso de angústia, depressão ou mesmo vazio. Do ponto de vista espiritual, o vazio da alma não é nada além da sede de Deus.

E era exatamente assim que Marcio Henrique se sentia, hoje, aos 39 anos, ele relata que durante anos de sua vida sentia como se estivesse oco por dentro.

“Tinha uma vida financeira estável, minha vida amorosa também estava indo bem, mas dentro de mim era apenas aquela vontade de chorar. Ao mesmo tempo em que eu estava cercado de pessoas, me sentia sozinho. Era como se existisse uma grande muralha entre eu e Deus”, disse.

A queda da muralha

Foi então que a mãe de Marcio o convidou para participar de uma reunião na Universal. Ao aceitar e ouvir uma Palavra de fé, ele entendeu que aquele muro que o separava da verdadeira felicidade precisava ser derrubado.

“Entendi que precisava conhecer a Deus, me entreguei a Ele e aquele vazio que sentia na alma foi preenchido pelo Espírito Santo”, comentou.

Assista ao vídeo abaixo e saiba em detalhes como tudo aconteceu:

Semana da queda das muralhas

Desde o dia 5 até 12 de setembro, em toda a Universal, ocorre a “Semana da queda das muralhas”. Se você quer um milagre em sua vida, então, você deve fazer algo diferente. Neste domingo (12) será o dia da queda de todas as muralhas. Nós vamos levantar um clamor e tocar as trombetas para o fim dessa situação.

Portanto, não perca esta oportunidade. Procure a Universal mais próxima de sua casa e participe. Clique aqui e encontre o endereço.


O vazio da alma: uma muralha que foi derrubada por Marcio Henrique
  • Sabrina Marques / Foto: Reprodução 


reportar erro