Rede aleluia
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 10 de outubro de 2019 - 12:15


O tribunal do crime, da sociedade e o de Deus

Deus está pronto para salvar os que são considerados casos perdidos

Provavelmente, você já ouviu falar no tribunal do crime. Local em que líderes de facções criminosas julgam e sentenciam pessoas. Ali a tortura, crueldade e os assassinatos estão sempre presentes.

A sociedade, também, tem seu próprio tribunal. Não chega a assassinar pessoas fisicamente, mas pode ser igualmente cruel no julgamento. Tanto que uma frase comum e aceita pela maioria é “bandido bom é bandido morto”.

Por outro lado, o Altíssimo trata este assunto de forma diferente. Por pior que seja o passado ou o presente de alguém, Ele o usará a fim de escrever um novo futuro.

Nova vida

O jovem K., de 15 anos, recebeu essa oportunidade. Após ser pego roubando em uma comunidade rival, recebeu a pena do tribunal do crime. O que por outro lado foi positivo, já que isso o fez chegar à presença de Deus.

Veja no vídeo abaixo como tudo aconteceu:

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Clodomir dos Santos Matos (@bispoclodomir) em

Logo após essa reunião, ele se batizou nas águas e tem frequentado as reuniões da Universal numa cidade do interior do Rio de Janeiro.

“Só me sentia bem fazendo o mal para outras pessoas”

O adolescente está sendo acompanhado pelo Pastor Maxwell Alves de Freitas, que tem um passado muito parecido com o do garoto. “Eu era traficante, assaltante e roubava, em média, 20 carros por dia. Só me sentia bem fazendo o mal para outras pessoas”, diz.

Até que ele foi pego por integrantes da mesma facção, após ser confundido com um rival. Levou um tiro em cada mão. “Depois disso, perdi a vontade de sair de casa. Só queria ficar fechado no quarto. Nesse momento fui convidado para conhecer a igreja e aceitei”, fala.

Ele começou a frequentar as reuniões, contudo levou um mês para decidir levar a sério o que ouvia do Altar. Numa reunião da Cura dos Vícios, entendeu que precisava aproveitar, definitivamente, a oportunidade dada por Deus.

“Naquele dia, me batizei e comecei a buscar o Espírito Santo. Quando O recebi, nasceu em mim o desejo de ganhar almas a fim de levar vida para os que não a têm. Me tornei obreiro, até que fui levantado a pastor. Hoje, sou feliz, minha vida nunca mais foi a mesma”, afirma.

Participe, você, também, de uma reunião na Universal. Procure o templo mais perto da sua casa, clicando aqui.


  • Rafaella Rizzo / Fotos: Cedidas 


reportar erro