Rede aleluia
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 15 de abril de 2019 - 13:06


“O servo verdadeiro pensa apenas em agradar a Deus”

Saiba como foi a reunião de Obreiros realizada pelo Bispo Macedo no último sábado (13)

No último sábado, 13 de abril, o Bispo Edir Macedo realizou no Templo de Salomão, zona leste da capital paulista, a reunião dos Obreiros transmitida por videoconferência para todo o Brasil.

O Bispo abriu o encontro com uma oração, pedindo a Deus uma renovação espiritual para toda a igreja, assim como aconteceu com os ossos secos mencionados na Bíblia, no capítulo 37 do livro de Ezequiel.

Apesar da grande quantidade de Obreiros, o Bispo expressou em sua oração a preocupação de que toda esta quantidade não expressa qualidade, que nem todos podem ser chamados de “servo bom e fiel”, pois muitos estão concentrados em seus projetos pessoais.

“O servo verdadeiro pensa apenas em agradar a Deus. O pecado não nos surpreende quando a gente pensa somente em agradá-lO”, explicou o Bispo.

O foco do servo

 “Igualmente o reino dos céus é semelhante a uma rede lançada ao mar, e que apanha toda a qualidade de peixes. E, estando cheia, a puxam para a praia; e, assentando-se, apanham para os cestos os bons; os ruins, porém, lançam fora. Assim será na consumação do mundo: virão os anjos, e separarão os maus de entre os justos, e lançá-los-ão na fornalha de fogo; ali haverá pranto e ranger de dentes.” Mateus 13.47-50

Usando a parábola da rede (descrita acima), o Bispo Macedo pontuou que é preciso estabelecer a própria vida no único objetivo que é o Reino dos Céus, e que todos os que tiraram o foco dele, o perderam.

 O Bispo lembrou que o Senhor Jesus não morreu na cruz para que tivéssemos uma vida com abundância apenas aqui na Terra, mas principalmente no Reino dos Céus. “Quando abraçamos a fé no Senhor Jesus, deixamos de viver a nossa vida, morremos para o mundo, para os nossos sonhos. Nossos objetivos mudam como da água para o vinho”, destacou.

Assista no vídeo abaixo essa mensagem na íntegra:


  • Núbia Onara / Foto: iStock / Reprodução 


reportar erro