Rede aleluia
“Nada a Perder” é responsável pela metade da bilheteria do cinema nacional em 2018
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
GaranhunsRecife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 10 de Janeiro de 2019 - 14:17


“Nada a Perder” é responsável pela metade da bilheteria do cinema nacional em 2018

A cinebiografia que conta a história e a trajetória do Bispo Edir Macedo vendeu mais de 12 milhões de ingressos no Brasil

“Nada a Perder” é responsável pela metade da bilheteria do cinema nacional em 2018

O longa-metragem “Nada a Perder” foi responsável pela metade da bilheteria do cinema nacional em 2018. A cinebiografia que conta a história e a trajetória do Bispo Edir Macedo, fundador da Igreja Universal, vendeu mais de 12 milhões de ingressos no Brasil. É a maior bilheteria do cinema no País.

De acordo com o relatório do site Filme B, dedicado ao mercado cinematográfico nacional, e divulgado recentemente por outras mídias online, em 2018, o cinema brasileiro vendeu 29,9% mais ingressos que no ano anterior. Ao todo, 24 milhões de ingressos de filmes nacionais foram vendidos no ano passado.

Liderança de rankings nacionais

“Nada a Perder” aparece na liderança de diversos rankings. Por exemplo, números de sessões, tempo de permanência em cartaz e participação de mercado entre os filmes brasileiros lançados em 2018. As informações são da Agência Nacional do Cinema (Ancine) divulgadas em novembro do ano passado.

O longa ainda aumentou a taxa de ocupação das salas em 2018. Até novembro de 2018, a média havia passado de aproximadamente 13% para 21%. O filme foi lançado em 1161 salas do País.

Milhões de espectadores

“Nada a Perder” alcançou milhões de espectadores, em mais de 90 países, e já foi traduzido para mais de 20 idiomas.

Cinema Solidário

Da mesma forma, milhares de pessoas de comunidades carentes, ribeirinhas, presídios e unidades socioeducativas também tinham acesso à produção, graças ao projeto “Cinema Solidário”. Recentemente, um documentário sobre os bastidores do projeto foi lançado.

Isso foi possível porque ônibus percorreram estradas de asfalto e de terra. O intuito foi levar a superprodução aos lugares mais remotos do Brasil e da Argentina. Foram seis meses de preparação e mais de 16 equipes de logística. Como resultado, mais de 500 mil famílias tiveram acesso ao conteúdo.

Gostou dessa matéria? Então, não deixe de compartilhar nas redes sociais com amigos e familiares.

 


“Nada a Perder” é responsável pela metade da bilheteria do cinema nacional em 2018
  • Redação / Foto: Reprodução 


reportar erro