Rede aleluia
Na era da informação, há algo que você precisa saber
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 30 de novembro de 2020 - 17:48


Na era da informação, há algo que você precisa saber

Confira esta mensagem do Bispo Renato Cardoso e medite sobre o tema

Na era da informação, há algo que você precisa saber

Na Bíblia, está escrito: “Portanto, convém-nos atentar com mais diligência para as coisas que já temos ouvido, para que em tempo algum nos desviemos delas.” Hebreus 2:1

Vivemos em um mundo que valoriza os dados. Quando a pessoa acorda, há várias mensagens no celular aguardando para serem notadas. Se a pessoa tem dúvida sobre algum tema, ela pesquisa na internet. Há aqueles que estão sempre em busca de uma palestra ou um de livro que ensinará algo inovador. As pessoas estão cada vez mais sedentas por informação.

“Elas estão sempre buscando algo que ainda não sabem ou que elas acreditam que se souberem ganharão muito dinheiro. ‘Eu serei feliz, eu vou ter o conhecimento que eu não tinha’. É aquele mesmo desejo do Jardim do Éden, em que a serpente despertou na mulher: ‘Quando você comer da Árvore do Jardim, você se tornará conhecedora do bem e do mal’. Mas, o Texto Sagrado nos alerta a atentarmos com mais diligência para as coisas que já temos ouvido. Ou seja, para as coisas que já sabemos, que já nos foram informadas”, explicou o Bispo Renato Cardoso, durante a programação “Inteligência e fé“, do dia 30 de novembro.

Pratique o que você já sabe

O Bispo acrescentou que por causa dessa sede por mais conhecimento, nós nos esquecemos de praticar aquilo que já sabemos.

“Muitas pessoas se preocupam tanto em ler a Bíblia, fazer um curso de Teologia, ler livros sobre a Bíblia. Mas quando você vai peneirar todo esse conhecimento que elas têm, todo esse peso, você não acha um grama de prática. O que Deus mais quer de nós? Você acha que Ele quer que nós decoremos capítulos e versículos e saibamos recitá-los de cor? Ou você acha que Ele prefere que a gente saiba apenas um versículo que seja, mas que o pratique?”, analisou o Bispo.

Então, ele explicou que a pessoa não precisa se preocupar com as partes de difícil interpretação da Bíblia. Aquelas que são claras, que dispensam interpretação, já são o bastante para a pessoa se ocupar.

Portanto, se nós não praticamos aquilo o que já conhecemos, nós seremos culpados não por ignorância, mas por desobediência consciente. E este é o pior pecado que existe, porque a pessoa sabe que é errado, porém ela despreza a mensagem da cruz. Ela está rejeitando a Deus. Entretanto, fica o alerta, porque o Dia do Julgamento virá.

Confira a mensagem completa no vídeo abaixo:

Leia também: Afinal, como manter a salvação?


Na era da informação, há algo que você precisa saber
  • Da Redação / Foto: Getty Images 


reportar erro