Rede aleluia

Notícias | 2 de setembro de 2019 - 12:34


Maria Isabel atravessava a rua para não passar na mesma calçada de uma Universal

Na época, ela adoeceu. E, sem um real diagnóstico, pois, os médicos não conseguiam saber o que ela tinha de verdade, sofreu muito

Maria Isabel Fagundes Ventura já trabalhava como assistente de desembargadora quando, influenciada pela mídia, criou uma ojeriza pela Igreja Universal e pelo Bispo Edir Macedo. Ela conta que tinha uma ideia preconcebida de que a Igreja era um comércio onde se extorquia as pessoas, com promessas de vender um lugar no Reino de Deus.

Ela chegava até a atravessar a rua para não passar na mesma calçada de uma Universal. Nesse ínterim, Maria Isabel adoeceu. Sem um real diagnóstico, pois os médicos não conseguiam saber o que ela tinha de verdade, sofreu muito. Não conseguia mais se alimentar. Porém, seu corpo inchou e já não saia mais da cama.

Mesmo casada e com dois filhos, Maria Isabel já vinha se sentindo triste, muito solitária e vazia. Ainda com a doença, não queria mais viver, só pensava em morrer. Foi levada a vários lugares em busca de uma melhora, mas as dores só aumentavam. Contudo, um episódio resultou numa visita que ofereceu a ela uma oração e falou sobre cura.

Assista ao vídeo abaixo com o testemunho de Maria Isabel na íntegra. Então, saiba o que aconteceu na vida dela a partir desse episódio:

Não se deixe influenciar por falsas notícias

Desde o seu início, a Universal é alvo de notícias falsas e preconceituosas, tanto no Brasil, como no exterior. Grandes veículos de comunicação, constantemente, também são produtores e disseminadores de fake news. Quer saber mais sobre esse e outros temas? Então, assista aos programas na integra, em alta definição, no Univer Vídeo.

“Corrente dos 70”

Se você está enfrentando um problema de saúde, participe nesta terça-feira da “Corrente dos 70”, uma reunião inteiramente dedicada à cura pela fé. Na oportunidade, convide uma pessoa cuja vida – você sabe – só um milagre poderá salvá-la. Você pode se dirigir até o Templo de Salomão, em São Paulo, ou em uma Universal mais próxima de sua casa.

 

 


  • Redação / Foto: Reprodução 


reportar erro