Rede aleluia
Maria Isabel atravessava a rua para não passar na mesma calçada de uma Universal
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 2 de setembro de 2019 - 12:34


Maria Isabel atravessava a rua para não passar na mesma calçada de uma Universal

Na época, ela adoeceu. E, sem um real diagnóstico, pois, os médicos não conseguiam saber o que ela tinha de verdade, sofreu muito

Maria Isabel atravessava a rua para não passar na mesma calçada de uma Universal

Maria Isabel Fagundes Ventura já trabalhava como assistente de desembargadora quando, influenciada pela mídia, criou uma ojeriza pela Igreja Universal e pelo Bispo Edir Macedo. Ela conta que tinha uma ideia preconcebida de que a Igreja era um comércio onde se extorquia as pessoas, com promessas de vender um lugar no Reino de Deus.

Ela chegava até a atravessar a rua para não passar na mesma calçada de uma Universal. Nesse ínterim, Maria Isabel adoeceu. Sem um real diagnóstico, pois os médicos não conseguiam saber o que ela tinha de verdade, sofreu muito. Não conseguia mais se alimentar. Porém, seu corpo inchou e já não saia mais da cama.

Mesmo casada e com dois filhos, Maria Isabel já vinha se sentindo triste, muito solitária e vazia. Ainda com a doença, não queria mais viver, só pensava em morrer. Foi levada a vários lugares em busca de uma melhora, mas as dores só aumentavam. Contudo, um episódio resultou numa visita que ofereceu a ela uma oração e falou sobre cura.

Assista ao vídeo abaixo com o testemunho de Maria Isabel na íntegra. Então, saiba o que aconteceu na vida dela a partir desse episódio:

Não se deixe influenciar por falsas notícias

Desde o seu início, a Universal é alvo de notícias falsas e preconceituosas, tanto no Brasil, como no exterior. Grandes veículos de comunicação, constantemente, também são produtores e disseminadores de fake news. Quer saber mais sobre esse e outros temas? Então, assista aos programas na integra, em alta definição, no Univer Vídeo.

“Corrente dos 70”

Se você está enfrentando um problema de saúde, participe nesta terça-feira da “Corrente dos 70”, uma reunião inteiramente dedicada à cura pela fé. Na oportunidade, convide uma pessoa cuja vida – você sabe – só um milagre poderá salvá-la. Você pode se dirigir até o Templo de Salomão, em São Paulo, ou em uma Universal mais próxima de sua casa.

 

 


Maria Isabel atravessava a rua para não passar na mesma calçada de uma Universal
  • Redação / Foto: Reprodução 


reportar erro