Rede aleluia
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 25 de fevereiro de 2017 - 03:15


Leia a Bíblia em 1 ano – 56º dia

Êxodo 7, Lucas 12, Jó 25 e Jó 26

“O meu povo está sendo destruído, porque lhe falta o conhecimento…” Oséias 4.6

Conhecer a Bíblia é muito importante para todos nós, especialmente nos momentos mais difíceis de nossas vidas, pois Deus fala conosco por meio de Sua Palavra. O Espírito Santo nos conduz, nos orienta, e quando passamos por tribulações, Ele nos faz lembrar do que está escrito na Bíblia, de uma Palavra de Deus que nos conforte. Mas só nos lembraremos se tivermos conhecimento Dela.

Por isso, elaboramos um plano para que você leia a Bíblia em 1 ano. Se você ainda não começou, clique aqui e comece agora, não deixe para amanhã. Você verá o quanto isso transformará a sua vida.

Se você já está nesse propósito, acompanhe a leitura de hoje:

Êxodo 7

1. Então disse o Senhor a Moisés: Eis que te tenho posto por deus sobre Faraó, e Arão, teu irmão, será o teu profeta.

2. Tu falarás tudo o que eu te mandar; e Arão, teu irmão, falará a Faraó, que deixe ir os filhos de Israel da sua terra.

3. Eu, porém, endurecerei o coração de Faraó, e multiplicarei na terra do Egito os meus sinais e as minhas maravilhas.

4. Faraó, pois, não vos ouvirá; e eu porei minha mão sobre o Egito, e tirarei meus exércitos, meu povo, os filhos de Israel, da terra do Egito, com grandes juízos.

5. Então os egípcios saberão que eu sou o Senhor, quando estender a minha mão sobre o Egito, e tirar os filhos de Israel do meio deles.

6. Assim fizeram Moisés e Arão; como o Senhor lhes ordenara, assim fizeram.

7. E Moisés era da idade de oitenta anos, e Arão da idade de oitenta e três anos quando falaram a Faraó.

8. E o Senhor falou a Moisés e a Arão, dizendo:

9. Quando Faraó vos falar, dizendo: Fazei vós um milagre, dirás a Arão: Toma a tua vara, e lança-a diante de Faraó; e se tornará em serpente.

10. Então Moisés e Arão foram a Faraó, e fizeram assim como o Senhor ordenara; e lançou Arão a sua vara diante de Faraó, e diante dos seus servos, e tornou-se em serpente.

11. E Faraó também chamou os sábios e encantadores; e os magos do Egito fizeram também o mesmo com os seus encantamentos.

12. Porque cada um lançou sua vara, e tornaram-se em serpentes; mas a vara de Arão tragou as varas deles.

13. Porém o coração de Faraó se endureceu, e não os ouviu, como o Senhor tinha falado.

14. Então disse o Senhor a Moisés: O coração de Faraó está endurecido, recusa deixar ir o povo.

15. Vai pela manhã a Faraó; eis que ele sairá às águas; põe-te em frente dele na beira do rio, e tomarás em tua mão a vara que se tornou em cobra.

16. E lhe dirás: O Senhor Deus dos hebreus me tem enviado a ti, dizendo: Deixa ir o meu povo, para que me sirva no deserto; porém eis que até agora não tens ouvido.

17. Assim diz o Senhor: Nisto saberás que e u sou o Senhor: Eis que eu com esta vara, que tenho em minha mão, ferirei as águas que estão no rio, e tornar-se-ão em sangue.

18. E os peixes, que estão no rio, morrerão, e o rio cheirará mal; e os egípcios terão nojo de beber da água do rio.

19. Disse mais o Senhor a Moisés: Dize a Arão: Toma tua vara, e estende a tua mão sobre as águas do Egito, sobre as suas correntes, sobre os seus rios, e sobre os seus tanques, e sobre todo o ajuntamento das suas águas, para que se tornem em sangue; e haja sangue em toda a terra do Egito, assim nos vasos de madeira como nos de pedra.

20. E Moisés e Arão fizeram assim como o Senhor tinha mandado; e Arão levantou a vara, e feriu as águas que estavam no rio, diante dos olhos de Faraó, e diante dos olhos de seus servos; e todas as águas do rio se tornaram em sangue,

21. E os peixes, que estavam no rio, morreram, e o rio cheirou mal, e os egípcios não podiam beber a água do rio; e houve sangue por toda a terra do Egito.

22. Porém os magos do Egito também fizeram o mesmo com os seus encantamentos; de modo que o coração de Faraó se endureceu, e não os ouviu, como o Senhor tinha dito.

23. E virou-se Faraó, e foi para sua casa; nem ainda nisto pôs seu coração.

24. E todos os egípcios cavaram poços junto ao rio, para beberem água; porquanto não podiam beber da água do rio.

25. Assim se cumpriram sete dias, depois que o Senhor ferira o rio.

Lucas 12

1. Ajuntando-se entretanto muitos milhares de pessoas, de sorte que se atropelavam uns aos outros, começou a dizer aos seus discípulos: Acautelai-os primeiramente do fermento dos fariseus, que é a hipocrisia.

2. Mas nada há encoberto que não haja de ser descoberto; nem oculto, que não haja de ser sabido.

3. Porquanto tudo o que em trevas dissestes, à luz será ouvido; e o que falastes ao ouvido no gabinete, sobre os telhados será apregoado.

4. E digo-vos, amigos meus: Não temais os que matam o corpo e, depois, não têm mais que fazer.

5. Mas eu vos mostrarei a quem deveis temer; temei aquele que, depois de matar, tem poder para lançar no inferno; sim, vos digo, a esse temei.

6. Não se vendem cinco passarinhos por dois ceitis? E nenhum deles está esquecido diante de Deus.

7. E até os cabelos da vossa cabeça estão todos contados. Não temais pois; mais valeis vós do que muitos passarinhos.

8. E digo-vos que todo aquele que me confessar diante dos homens também o Filho do homem o confessará diante dos anjos de Deus.

9. Mas quem me negar diante dos homens será negado diante dos anjos de Deus.

10. E a todo aquele que disser uma palavra contra o Filho do homem ser-lhe-á perdoada, mas ao que blasfemar contra o Espírito Santo não lhe será perdoado.

11. E, quando vos conduzirem às sinagogas, aos magistrados e potestades, não estejais solícitos de como ou do que haveis de responder, nem do que haveis de dizer.

12. Porque na mesma hora vos ensinará o Espírito Santo o que vos convenha falar.

13. E disse-lhe um da multidão: Mestre, dize a meu irmão que reparta comigo a herança.

14. Mas ele lhe disse: Homem, quem me pôs a mim por juiz ou repartidor entre vós?

15E disse-lhes: Acautelai-vos e guardaivos da avareza; porque a vida de qualquer não consiste na abundância do que possui.

16. E propôs-lhe uma parábola, dizendo: A herdade de um homem rico tinha produzido com abundância;

17. E ele arrazoava consigo mesmo, dizendo: Que farei? Não tenho onde recolher os meus frutos.

18. E disse: Farei isto: Derrubarei os meus celeiros, e edificarei outros maiores, e ali recolherei todas as minhas novidades e os meus bens;

19. E direi a minha alma: Alma, tens em depósito muitos bens para muitos anos; descansa, come, bebe e folga.

20. Mas Deus lhe disse: Louco! esta noite te pedirão a tua alma; e o que tens preparado, para quem será?

21. Assim é aquele que para si ajunta tesouros, e não é rico para com Deus.

22. E disse aos seus discípulos: Portanto vos digo: Não estejais apreensivos pela vossa vida, sobre o que comereis, nem pelo corpo, sobre o que vestireis.

23. Mais é a vida do que o sustento, e o corpo mais do que as vestes.

24. Considerai os corvos, que nem semeiam, nem segam, nem têm despensa nem celeiro, e Deus os alimenta; quanto mais valeis vós do que as aves?

25. E qual de vós, sendo solícito, pode acrescentar um côvado à sua estatura?

26. Pois, se nem ainda podeis as coisas mínimas, por que estais ansiosos elas outras?

27. Considerai os lírios, como eles crescem; não trabalham, nem fiam; e digo-vos que nem ainda Salomão, em toda a sua glória, se vestiu como um deles.

28. E, se Deus assim veste a erva que hoje está no campo e amanhã é lançada no forno, quanto mais a vós, homens de pouca fé?

29. Não pergunteis, pois, que haveis de comer, ou que haveis de beber, e não andeis inquietos.

30. Porque as nações do mundo buscam todas essas coisas; mas vosso Pai sabe que precisais delas.

31. Buscai antes o reino de Deus, e todas estas coisas vos serão acrescentadas.

32. Não temais, ó pequeno rebanho, porque a vosso Pai agradou dar-vos o reino.

33. Vendei o que tendes, e dai esmolas. Fazei para vós bolsas que não se envelheçam; tesouro nos céus que nunca acabe, aonde não chega ladrão e a traça não rói.

34. Porque, onde estiver o vosso tesouro, ali estará também o vosso coração.

35. Estejam cingidos os vossos lombos, e acesas as vossas candeias.

36. E sede vós semelhantes aos homens que esperam o seu senhor, quando houver de voltar das bodas, para que, quando vier, e bater, logo possam abrirlhe.

37. Bem-aventurados aqueles servos, os quais, quando o Senhor vier, achar vigiando! Em verdade vos digo que se cingirá, e os fará assentar à mesa e, chegando-se, os servirá.

38. E, se vier na segunda vigília, e se vier na terceira vigília, e os achar assim, bem-aventurados são os tais servos.

39. Sabei, porém, isto: que, se o pai de família soubesse a que hora havia de vir o ladrão, vigiaria, e não deixaria minar a sua casa.

40. Portanto, estai vós também apercebidos; porque virá o Filho do homem à hora que não imaginais.

41. E disse-lhe Pedro: Senhor, dizes essa parábola a nós, ou também a todos?

42. E disse o Senhor: Qual é, pois, o mordomo fiel e prudente, a quem o senhor pôs sobre os seus servos, para lhes dar a tempo a ração?

43. Bem-aventurado aquele servo a quem o seu senhor, quando vier, achar fazendo assim.

44. Em verdade vos digo que sobre todos os seus bens o porá.

45. Mas, se aquele servo disser em seu coração: O meu senhor tarda em vir; e começar a espancar os criados e criadas, e a comer, e a beber, e a embriagar-se,

46. Virá o senhor daquele servo no dia em que o não espera, e numa hora que ele não sabe, e separá-lo-á, e lhe dará a sua parte com os infiéis.

47. E o servo que soube a vontade do seu senhor, e não se aprontou, nem fez conforme a sua vontade, será castigado com muitos açoites;

48. Mas o que a não soube, e fez coisas dignas de açoites, com poucos açoites será castigado. E, a qualquer que muito for dado, muito se lhe pedirá, e ao que muito se lhe confiou, muito mais se lhe pedirá.

49. Vim lançar fogo na terra; e que mais quero, se já está aceso?

50. Importa, porém, que seja batizado com um certo batismo; e como me angustio até que venha a cumprir-se!

51. Cuidais vós que vim trazer paz à terra? Não, vos digo, mas antes dissensão;

52. Porque daqui em diante estarão cinco divididos numa casa: três contra dois, e dois contra três.

53. O pai estará dividido contra o filho, e o filho contra o pai; a mãe contra a filha, e a filha contra a mãe; a sogra contra sua nora, e a nora contra sua sogra.

54. E dizia também à multidão: Quando vedes a nuvem que vem do ocidente, logo dizeis: Lá vem chuva, e assim sucede.

55. E, quando assopra o sul, dizeis: Haverá calma; e assim sucede.

56. Hipócritas, sabeis discernir a face da terra e do céu; como não sabeis então discernir este tempo?

57. E por que não julgais também por vós mesmos o que é justo?

58. Quando, pois, vais com o teu adversário ao magistrado, procura livrar-te dele no caminho; para que não suceda que te conduza ao juiz, e o juiz te entregue ao meirinho, e o meirinho te encerre na prisão.

59. Digo-te que não sairás dali enquanto não pagares o derradeiro ceitil.

Jó 25

1. Então respondeu Bildade, o suíta, e disse:

2. Com ele estão domínio e temor; ele faz paz nas suas alturas.

3. Porventura têm número as suas tropas? E sobre quem não se levanta a sua luz?

4. Como, pois, seria justo o homem para com Deus, e como seria puro aquele que nasce de mulher?

5. Eis que até a lua não resplandece, e as estrelas não são puras aos seus olhos.

6. E quanto menos o homem, que é um verme, e o filho do homem, que é um vermezinho!

Jó 26

1. Jó, porém, respondeu, dizendo:

2. Como ajudaste aquele que não tinha força, e sustentaste o braço que não tinha vigor?

3. Como aconselhaste aquele que não tinha sabedoria, e plenamente fizeste saber a causa, assim como era?

4. A quem proferiste palavras, e de quem é o espírito que saiu de ti?

5. Os mortos tremem debaixo das águas, com os seus moradores.

6. O inferno está nu perante ele, e não há coberta para a perdição.

7. O norte estende sobre o vazio; e suspende a terra sobre o nada.

8. Prende as águas nas suas nuvens, todavia a nuvem não se rasga debaixo delas.

9. Encobre a face do seu trono, e sobre ele estende a sua nuvem.

10. Marcou um limite sobre a superfície das águas em redor, até aos confins da luz e das trevas.

11. As colunas do céu tremem, e se espantam da sua ameaça.

12. Com a sua força fende o mar, e com o seu entendimento abate a soberba.

13. Pelo seu Espírito ornou os céus; a sua mão formou a serpente enroscadiça.

14. Eis que isto são apenas as orlas dos seus caminhos; e quão pouco é o que temos ouvido dele! Quem, pois, entenderia o trovão do seu poder?

O que você aprendeu com a leitura de hoje? Deixe o seu comentário.

E não desanime. Continue firme para ler a Bíblia em 1 ano, aqui no Universal.org.

Acompanhe a leitura do 55º dia clicando aqui.

Acompanhe a leitura do 57º dia clicando aqui.

Se você ainda não começou, clique aqui e comece agora, não deixe para amanhã.


  • Da Redação 


reportar erro