Rede aleluia
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 13 de abril de 2017 - 03:15


Leia a Bíblia em 1 ano – 103º dia

Levítico 17, Salmos 20 e 21 e Provérbios 31

“O meu povo está sendo destruído, porque lhe falta o conhecimento…” Oséias 4.6

Conhecer a Bíblia é muito importante para todos nós, especialmente nos momentos mais difíceis de nossas vidas, pois Deus fala conosco por meio de Sua Palavra. O Espírito Santo nos conduz, nos orienta, e quando passamos por tribulações, Ele nos faz lembrar do que está escrito na Bíblia, de uma Palavra de Deus que nos conforte. Mas só nos lembraremos se tivermos conhecimento Dela.

Por isso, elaboramos um plano para que você leia a Bíblia em 1 ano. Se você ainda não começou, clique aqui e comece agora, não deixe para amanhã. Você verá o quanto isso transformará a sua vida.

Se você já está nesse propósito, acompanhe a leitura de hoje:

Levítico 17

1. Falou mais o Senhor a Moisés, dizendo:

2. Fala a Arão e aos seus filhos, e a todos os filhos de Israel, e dize-lhes: Esta é a palavra que o Senhor ordenou, dizendo:

3. Qualquer homem da casa de Israel que degolar boi, ou cordeiro, ou cabra, no arraial, ou quem os degolar fora do arraial,

4. E não os trouxer à porta da tenda da congregação, para oferecer oferta ao Senhor diante do tabernáculo do Senhor, a esse homem será imputado o sangue; derramou sangue; por isso será extirpado do seu povo;

5. Para que os filhos de Israel, trazendo os seus sacrifícios, que oferecem sobre a face do campo, os tragam ao Senhor, à porta da tenda da congregação, ao sacerdote, e os ofereçam por sacrifícios pacíficos ao Senhor.

6. E o sacerdote espargirá o sangue sobre o altar do Senhor, à porta da tenda da congregação, e queimará a gordura por cheiro suave ao Senhor.

7. E nunca mais oferecerão os seus sacrifícios aos demônios, após os quais eles se prostituem; isto ser-lhes-á por estatuto perpétuo nas suas gerações.

8. Dize-lhes, pois: Qualquer homem da casa de Israel, ou dos estrangeiros que peregrinam entre vós, que oferecer holocausto ou sacrifício,

9. E não o trouxer à porta da tenda da congregação, para oferecê-lo ao Senhor, esse homem será extirpado do seu povo.

10. E qualquer homem da casa de Israel, ou dos estrangeiros que peregrinam entre eles, que comer algum sangue, contra aquela alma porei a minha face, e a extirparei do seu povo.

11. Porque a vida da carne está no sangue; pelo que vo-lo tenho dado sobre o altar, para fazer expiação pelas vossas almas; porquanto é o sangue que fará expiação pela alma.

12. Portanto tenho dito aos filhos de Israel: Nenhum dentre vós comerá sangue, nem o estrangeiro, que peregrine entre vós, comerá sangue.

13. Também qualquer homem dos filhos de Israel, ou dos estrangeiros que peregrinam entre eles, que caçar animal ou ave que se come, derramará o seu sangue, e o cobrirá com pó;

14. Porquanto a vida de toda a carne é o seu sangue; por isso tenho dito aos filhos de Israel: Não comereis o sangue de nenhuma carne, porque a vida de toda a carne é o seu sangue; qualquer que o comer será extirpado.

15. E todo o homem entre os naturais, ou entre os estrangeiros, que comer corpo morto ou dilacerado, lavará as suas vestes, e se banhará com água, e será imundo até à tarde; depois será limpo.

16. Mas, se os não lavar, nem banhar a sua carne, levará sobre si a sua iniqüidade.

Salmos 20

1. O Senhor te ouça no dia da angústia, o nome do Deus de Jacó te proteja.

2. Envie-te socorro desde o seu santuário, e te sustenha desde Sião.

3. Lembre-se de todas as tuas ofertas, e aceite os teus holocaustos. (Selá.)

4. Conceda-te conforme ao teu coração, e cumpra todo o teu plano.

5. Nós nos alegraremos pela tua salvação, e em nome do nosso Deus arvoraremos pendões; cumpra o Senhor todas as tuas petições.

6. Agora sei que o Senhor salva o seu ungido; ele o ouvirá desde o seu santo céu, com a força salvadora da sua mão direita.

7. Uns confiam em carros e outros em cavalos, mas nós faremos menção do nome do Senhor nosso Deus.

8. Uns encurvam-se e caem, mas nós nos levantamos e estamos de pé.

9. Salva-nos, Senhor; ouça-nos o rei quando clamarmos.

Salmos 21

1. O rei se alegra em tua força, Senhor; e na tua salvação grandemente se regozija.

2. Cumpriste-lhe o desejo do seu coração, e não negaste as súplicas dos seus lábios. (Selá.)

3. Pois vais ao seu encontro com as bênçãos de bondade; pões na sua cabeça uma coroa de ouro fino.

4. Vida te pediu, e lha deste, mesmo longura de dias para sempre e eternamente.

5. Grande é a sua glória pela tua salvação; glória e majestade puseste sobre ele.

6. Pois o abençoaste para sempre; tu o enches de gozo com a tua face.

7. Porque o rei confia no Senhor, e pela misericórdia do Altíssimo nunca vacilará.

8. A tua mão alcançará todos os teus inimigos, a tua mão direita alcançará aqueles que te odeiam.

9. Tu os farás como um forno de fogo no tempo da tua ira; o Senhor os devorará na sua indignação, e o fogo os consumirá.

10. Seu fruto destruirás da terra, e a sua semente dentre os filhos dos homens.

11. Porque intentaram o mal contra ti; ma qui na r a m um ardil, mas não prevalecerão.

12. Assim que tu lhes farás voltar as costas; e com tuas flechas postas nas cordas lhes apontarás ao rosto.

13. Exalta-te, Senhor, na tua força; então cantaremos e louvaremos o teu poder.

Provérbios 31

1. Palavras do rei Lemuel, a profecia que lhe ensinou a sua mãe.

2. Como, filho meu? e como, filho do meu ventre? e como, filho dos meus votos?

3. Não dês às mulheres a tua força, nem os teus caminhos ao que destrói os reis.

4. Não é próprio dos reis, ó Lemuel, não é próprio dos reis beber vinho, nem dos príncipes o desejar bebida forte;

5. Para que bebendo, se esqueçam da lei, e pervertam o direito de todos os aflitos.

6. Dai bebida forte ao que está prestes a perecer, e o vinho aos amargurados de espírito.

7. Que beba, e esqueça da sua pobreza, e da sua miséria não se lembre mais.

8. Abre a tua boca a favor do mudo, pela causa de todos que são designados à destruição.

9. Abre a tua boca; julga retamente; e faze justiça aos pobres e aos necessitados.

10. Mulher virtuosa quem a achará? O seu valor muito excede ao de rubis.

11. O coração do seu marido está nela confiado; assim ele não necessitará de despojo.

12. Ela só lhe faz bem, e não mal, todos os dias da sua vida.

13. Busca lã e linho, e trabalha de boa vontade com suas mãos.

14. Como o navio mercante, ela traz de longe o seu pão.

15. Levanta-se, mesmo à noite, para dar de comer aos da casa, e distribuir a tarefa das servas.

16. Examina uma propriedade e adquire-a; planta uma vinha com o fruto de suas mãos.

17. Cinge os seus lombos de força, e fortalece os seus braços.

18. Vê que é boa a sua mercadoria; e a sua lâmpada não se apaga de noite.

19. Estende as suas mãos ao fuso, e suas mãos pegam na roca.

20. Abre a sua mão ao pobre, e estende as suas mãos ao necessitado.

21. Não teme a neve na sua casa, porque toda a sua família está vestida de escarlata.

22. Faz para si cobertas de tapeçaria; seu vestido é de seda e de púrpura.

23. Seu marido é conhecido nas portas, e assenta-se entre os anciãos da terra.

24. Faz panos de linho fino e vende-os, e entrega cintos aos mercadores.

25. A força e a honra são seu vestido, e se alegrará com o dia futuro.

26. Abre a sua boca com sabedoria, e a lei da beneficência está na sua língua.

27. Está atenta ao andamento da casa, e não come o pão da preguiça.

28. Levantam-se seus filhos e chamam-na bem-aventurada; seu marido também, e ele a louva.

29. Muitas filhas têm procedido virtuosamente, mas tu és, de todas, a mais excelente!

30. Enganosa é a beleza e vã a formosura, mas a mulher que teme ao Senhor, essa sim será louvada.

31. Dai-lhe do fruto das suas mãos, e deixe o seu próprio trabalho louvá-la nas portas.

O que você aprendeu com a leitura de hoje? Deixe o seu comentário.

E não desanime. Continue firme para ler a Bíblia em 1 ano, aqui no Universal.org.

Acompanhe a leitura do 102º dia clicando aqui.

Acompanhe a leitura do 104º dia clicando aqui.

Se você ainda não começou, clique aqui e comece agora, não deixe para amanhã.


  • Da Redação 


reportar erro