Rede aleluia

Notícias | 17 de setembro de 2019 - 15:46


“Eu venci a depressão”: apresentador Dudu Camargo distribui exemplares do livro gratuitamente

Evento aconteceu nesta terça feira, no Templo de Salomão. Saiba mais

A depressão faz parte da vida de milhões de pessoas ao redor do mundo. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), até 2020, a doença será a mais incapacitante.

No Brasil, a organização estima que, ao menos, 6% da população sofra com a depressão. O número corresponde a mais de 11 milhões de pessoas.

Como superar

Vencer a depressão não é fácil, mas é totalmente possível. Recentemente, a médica pediatra Eunice Higuchi, lançou o livro “Eu venci a depressão”. Nele, Eunice, que sofreu com depressão durante quatro anos, conta como conseguiu superar a doença.

Distribuição gratuita

Na última terça-feira (17), aconteceu no Templo de Salomão, em São Paulo, uma sessão especial para distribuição do livro “Eu venci a depressão”. No auditório, localizado no segundo andar do Templo, estava Dudu Camargo, apresentador do jornal “Primeiro Impacto”, do SBT.

Ele distribuiu, gratuitamente, exemplares do livro – de autoria da médica pediatra Eunice Higuchi  (também presente na noite) – aos que viram seu convite pela televisão e internet.

O jovem apresentador – que também já sofreu com depressão na adolescência -, conta que exibiu uma reportagem sobre depressão em seu programa e se surpreendeu com o número de mensagens de pessoas que também enfrentam a doença.

“Eu fiz um comentário para que as pessoas entrassem em contato comigo, porque eu queria presenteá-las com esse livro, que mostra como vencer a depressão. Então, eu vim aqui para receber essas pessoas, entregar o livro e conversar sobre o assunto”, disse Dudu.

Convite especial

Maria de Lurdes do Nascimento, de 56 anos, acompanha a programação de Dudu todos os dias. Ela também já sofreu com depressão. Desde muito jovem, por conta de problemas familiares, ela enfrentou a doença. Só há dois anos, Maria foi curada, frequentando as reuniões da Universal, garante.

Embora não sofra mais com a doença, ela decidiu comparecer à sessão de distribuição, pois quer mostrar para as amigas que a depressão tem cura, sim! “Às vezes, a pessoa tem depressão e não sabe. Eu não cheguei a ler o livro, mas eu sinto que ele vai ser uma luz no fim do túnel para elas”, comentou Maria.

“Eu já quis morrer muitas vezes”, diz jovem

Thalita da Silva Gonçalves, de 18 anos, também atendeu ao convite de Dudu. A jovem, que sofre com depressão, ansiedade e crises de pânico, conta que já não sabe mais o que fazer para encontrar a cura.

“Na minha cabeça ficam pensamentos horríveis. Eu não consigo ter uma vida normal. Minha família não consegue mais lidar com essa situação. Eu já quis morrer muitas vezes”, disse a jovem.

Thalita já procurou ajuda em psicólogos, inclusive faz uso de medicamentos prescritos por psiquiatras, mas, ainda assim, não consegue ver uma mudança. No entanto, para a jovem, receber o livro foi uma dose de ânimo em sua caminhada.

“Eu acredito que o livro vai me ajudar, porque tem o relato de uma pessoa que passou pela mesma situação que a minha. Me sinto aliviada em saber que tem cura e que eu não preciso me matar. Sei que eu vou ser curada”, disse Thalita.

Oração aos que sofrem

O Bispo Alessandro Paschoall também esteve presente ao encontro e realizou uma oração aos que sofrem com a doença.

“Foi maravilhoso o que o Dudu fez. Quando vocês ouviram ele falar sobre a distribuição dos livros, foi o próprio Senhor Jesus, usando esse rapaz, a fim de trazê-los aqui, não só para receber o livro, mas para receber saúde e paz também”, disse o Bispo.

Depressão tem cura

Se você foi diagnosticado ou conhece alguém que tenha sido, entre em contato com o grupo “Depressão tem cura”. Nele, voluntários, que também foram curados, podem ajudar, de forma gratuita, a encontrar o caminho para a libertação da depressão.

Para saber mais sobre o grupo, clique aqui.


  • Rafaela Dias / Foto: Reprodução, Rafaela Dias e EVG Digital  


reportar erro