Rede aleluia

Notícias | 2 de dezembro de 2019 - 13:47


Eles reconstruíram a união juntos

Daniana e Marcelo aprenderam o que precisavam mudar para serem felizes

Até nas mais belas histórias de amor surgem momentos de dificuldade. Apesar de muitos casais desistirem diante delas, quando o relacionamento está apoiado uma base sólida eles vencem todas as barreiras.

Foi o que aconteceu com a demonstradora Daniana Bezerra de Souza, de 37 anos, (foto abaixo)  e o mecânico Marcelo Pereira de Souza, de 36 anos. Eles se conheceram na adolescência no bairro onde moravam em São Paulo e não demorou para que começassem a namorar.

casamento, amor, fé salvação

Alguns anos depois, em 2009, eles se casaram no Civil e foram morar no sul do Estado de Minas Gerais. Da união, nasceram três filhos. Daniana conta que a família tinha tudo para ser feliz, mas ela se tornou muito ciumenta e controladora. Com isso, as brigas entre o casal passaram a ser constantes.

Ela revela que, na época, sentia vontade de se separar do marido: “eu venho de uma família em que ninguém permaneceu com o primeiro marido e eu achava que também acabaria me separando”, recorda.

Um dia ela descobriu uma traição de Marcelo e colocou um ponto final no casamento, mas ficou bastante abalada com a separação. “Ele voltou para São Paulo. Me vi sem chão, até tentei o suicídio, mas não o queria de volta. Tinha certeza que estava se cumprindo a maldição que as mulheres da minha família carregavam”, diz.

Marcelo havia frequentado por um período a Universal. Então, em São Paulo, ele se lembrou das palestras da Terapia do Amor e resolveu participar das reuniões. Lá, ele recebeu a direção para reconquistar sua família. Depois de sete meses separados, Daniana e os filhos viajaram para São Paulo. Nessa ocasião, ela e Marcelo se reaproximaram e, em seguida, passaram a frequentar as palestras juntos.

Em pouco tempo, o sentimento dela em relação a ele tinha mudado: “eu o perdoei e todo o amor que eu sentia voltou. Não aceitei mais os pensamentos de maldição hereditária, que, pela Fé, foi quebrada. Percebi o quanto estava errada sendo controladora e que o ciúme fazia mal a nós dois. Eu mudei e ele também”, argumenta.

A bênção do altar
Embora já fossem casados no Civil, Daniana sentia que faltava a bênção do Altar de Deus. Ela preparou cada detalhe para esse dia especial: igreja, vestido de noiva, trajes de pajens para os filhos, decoração, fotógrafo, etc. No dia 1o. de setembro de 2018, data em que comemoravam 19 anos de relacionamento, eles selaram a união no Altar da Universal em Carapicuíba, São Paulo.

No dia, Marcelo se comportou como se estivesse recebendo-a como noiva pela primeira vez. “Embora tivéssemos 19 anos de união, a alegria de ser noivo me deixou um pouco nervoso, mas a certeza que Deus cuidava de cada detalhe e que o Altar nunca falha me
tranquilizava”, conta.

Eles afirmam que o amor e o companheirismo se fortaleceram. “Temos nossas diferenças, mas hoje temos confiança um no outro e a certeza de que nossa bênção vem de Deus”, diz Daniana.

O casal segue aprendendo sobre o amor inteligente nas palestras da Terapia do Amor, realizadas às quintas-feiras na Universal.


  • Kelly Lopes / Foto: Getty Images 


reportar erro