Rede aleluia
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCabo FrioCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta Redonda
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 9 de novembro de 2019 - 12:28


Domingo do Resgate: decida voltar para Deus

Reunião acontecerá no domingo, dia 17 de novembro, em todos os templos da Universal

Ele era um jovem rapaz que tinha tudo. Um pai que o amava e vivia cercado de conforto material. Mas, um dia, por alguma razão, ele se cansou daquela rotina segura e disciplinada e quis viver a vida do seu jeito.

Então, pediu a seu pai a parte que ele tinha direito na herança. O pai, provavelmente, sem entender o que estava acontecendo, lhe deu.

E assim, o filho partiu para uma terra bem distante. Ele queria a riqueza do pai, mas não queria o pai. O final, muitos conhecem. Tempos depois, sobreveio grande fome nas terras onde ele estava, e por ter gastado toda a herança de maneira desregrada, passou necessidades das quais nunca pensou que viveria. A tal ponto, que aceitou cuidar de porcos e desejou comer a comida que era dada àqueles animais.

Porém, no momento da sua maior dor, ele lembrou do pai. E ali, naquela situação, o jovem se deu conta do grande erro que havia cometido, primeiramente contra os Céus, e depois contra seu pai. E decidiu voltar para casa.

A história acima é uma das mais belas e conhecidas da Bíblia e foi contada pelo Senhor Jesus: a parábola do filho pródigo. Ela está relatada no capítulo 15, do Evangelho de Lucas.

Distante do Pai

Ao partir para uma terra longínqua, aquele jovem queria ficar longe, a fim de que seu pai não interferisse em sua vida. O Bispo Renato Cardoso exemplifica que o mesmo acontece com aqueles que se encontram afastados de Deus.

“Como elas não podem se afastar espiritualmente de Deus, vão se afastando fisicamente das coisas relacionadas a Deus. Por exemplo: saem da igreja; quando passa a programação da igreja na televisão, rapidamente, mudam o canal, porque não querem nem lembrar da existência das coisas de Deus; elas guardam a Bíblia e não deixam mais à vista; evitam pessoas da igreja; elas querem distância”, explica.

Nasceu em um lar cristão

Assim, também, foi com a jovem Elisabete, de 18 anos. A jovem nasceu em um lar cristão, cercada de amor e de bons exemplos em tudo, como ela mesma afirma. Ela recorda que as pessoas, quando a viam, diziam ver nela a essência de Deus.

Porém, de modo sutil, o mundo começou a chamar sua atenção. Na escola, observava as outras meninas vivendo uma vida aparentemente “mais interessante” e passou a e imitá-las.

Sua mãe, ao perceber que a filha estava mudando, alertava que não foram aqueles os ensinamentos que ela havia recebido. Contudo, Elisabete não dava ouvidos a ninguém e o seu declínio era cada dia pior.

“Dentro de mim, fui me tornando uma pessoa destruída. Quem olhava para mim já começava a ver uma coisa ruim”, recorda.

O pai a orientava visando o bem da filha, mas ela passou a odiá-lo por causa disso.

O distanciamento foi tão grande, que aquela jovem passou a desejar, constantemente, a morte, e tentou suicídio. Mas, em um momento de lucidez, tal como o filho pródigo, ela decidiu que não dava mais para viver longe do Pai.

Assista no vídeo abaixo sua história completa:

Deus não resiste

O final da história do filho pródigo, da Elisabete e de tantos outros que reconheceram que estavam longe do Pai e decidiram voltar mostra o quanto Deus espera por essa decisão.

Talvez, você se afastou algum dia, e errou muito. E hoje, por causa disso, pensa que o Pai não irá aceita-lo de volta. Não dê ouvidos a essas vozes que dizem que Deus não vai perdoá-lo, porque você jogou tudo fora, mesmo conhecendo a Verdade.

Deus, tal como o pai do filho pródigo, o espera de braços abertos e quer te dar uma nova vida.

Neste dia 17 de novembro, em todos os templos da Universal, acontecerá o  “Domingo do Resgate”.

Consulte aqui o endereço de uma Universal mais perto você.


  • Núbia Onara / Foto: Getty Images 


reportar erro