Rede aleluia
Cristãos são proibidos de comemorar o “Dia da Bíblia” na Nicarágua
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
GaranhunsRecife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
Baln. CamboriúBlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 27 de Setembro de 2022 - 18:11


Cristãos são proibidos de comemorar o “Dia da Bíblia” na Nicarágua

Polícia Nacional impediu que cristãos saíssem de casa para celebrar a data

Cristãos são proibidos de comemorar o “Dia da Bíblia” na Nicarágua

Na Nicarágua, no último domingo (25), foi comemorado o “Dia da Bíblia” e o 453º aniversário da tradução da Bíblia para o espanhol. Mas, evangélicos e católicos não puderam celebrar essa conquista por conta do regime autoritário de esquerda, que predomina no país.

Entenda o que aconteceu:
  • A Polícia Nacional da Nicarágua, com ordem do governo esquerdista de Daniel Ortega (apoiado por Lula, candidato à presidência do Brasil), proibiu que pastores e a comunidade cristã no país comemorassem essa data tão importante para o Cristianismo.
  • A celebração sempre acontece no país no último domingo do mês de setembro, e é marcada por desfiles, leitura da Bíblia e cânticos de louvores.
  • A alegação dada foi por questão de segurança, proibindo assim que os cristãos saíssem às ruas para comemorar. Contudo, essa decisão só mostra o avanço da política de perseguição contra a fé cristã no país.
  • “Houve uma orientação à nível nacional de que não temos autorização para fazer uma marcha ou nenhuma concentração em comemoração ao Dia da Bíblia, a mesma coisa que estão fazendo com a Igreja Católica, estão fazendo com os evangélicos, porque estão proibindo toda atividade pública em massa nas ruas”, afirmou um pastor local em anônimo.
O que analisar:

O Conselho Nacional de Pastores Evangélicos da Nicarágua e líderes cristãos temem que situações piores aconteçam. Pois a polícia e o governo estão intervindo cada vez mais, de forma arbitrária, a manifestação pública, principalmente relacionada à fé.

Desta forma, a perseguição religiosa na Nicarágua se multiplica assustadoramente, não só para os evangélicos, mas também para os católicos.

Outras perseguições que aconteceram no país:
  • De acordo com informações da BBC, uma pesquisa realizada pela Ajuda à Igreja que Sofre (ACN, na sigla em inglês) e publicada em julho, revelou que a Igreja Católica na Nicarágua sofreu mais de 190 ataques e profanações em menos de quatro anos. 
  • Depois da realização de protestos contra as decisões do governo com relação aos cristãos, em 2018, vários pastores também passaram a ser fortemente vigiados e receberam restrições de deslocamento dentro e fora do país.
  • Até o momento, 22 líderes cristãos foram presos desde 2021. Todos estavam ministrando os cultos no momento da detenção e não tiveram direito a julgamento. Um líder cristão foi sequestrado e está desaparecido desde a semana passada e 12 cristãos foram agredidos fisicamente por causa da perseguição.
Veja mais notícias sobre a situação na Nicarágua:

O que acontece na Nicarágua serve de alerta para o Brasil

Leia também:

5 motivos que mostram que é impossível ser cristão e ser de esquerda

Os chilenos se arrependeram da escolha do seu novo presidente?

Entenda a posição que deve ter um cristão genuíno, referente à política


Cristãos são proibidos de comemorar o “Dia da Bíblia” na Nicarágua
  • Redação / Foto: iStock e Roosewelt Pinheiro/Agência Brasil 


reportar erro