Rede aleluia

Notícias | 16 de julho de 2019 - 13:34


Cristãos chineses memorizam a Bíblia, por causa de perseguição

País oriental é o 27º mais perigoso para cristãos viverem. Saiba mais

Felizmente, no Brasil, as pessoas podem divulgar abertamente a mensagem da Bíblia. Mas, em países como a China, declarar-se um seguidor de Cristo pode significar até prisão.

De acordo com a ONG internacional “Open Doors”, a China é o 27º país mais perigoso para os cristãos viverem.

Isso acontece porque o governo chinês é extremamente centralizador e controla todas as áreas de influência da sociedade. Como, por exemplo, as empresas, as escolas e as religiões.

Além disso, tradicionalmente, os países comunistas sempre dificultaram a pregação da Palavra de Deus. Em parte, porque Karl Marx, fundador deste pensamento, era ateu.

Como é ser cristão na China?

Por causa disso, há muitas restrições para que os cristãos possam se reunir, por exemplo. E alguns encontros são feitos às escondidas.

Similarmente, a Bíblia é um livro proibido no país oriental. E é comum entre os cristãos trocarem entre si pedaços de papel contendo trechos das Escrituras. Só assim conseguem ter acesso ao Texto.

Outros procuram memorizar as principais passagens bíblicas. Certa vez, uma senhora, que não teve a identidade revelada por segurança, afirmou ter passado algum tempo detida por ser cristã, noticiou a Fox News.

Segundo se recorda, ela leu tantos trechos “contrabandeados” enquanto estava presa, que pôde decorar capítulos inteiros.

“É por isso que nós memorizamos o mais rápido possível. Porque mesmo que eles possam levar o papel embora, eles não podem pegar o que está escondido em nosso coração”, disse.

Leia também: 5 dicas para manter o foco no Reino de Deus

O hábito da leitura bíblica

Conhecer a situação dessas pessoas nos faz pensar sobre a importância de se ler a Palavra de Deus todos os dias. Infelizmente, muitas pessoas não valorizam a oportunidade que possuem de terem o livre acesso aos encontros na igreja e à leitura bíblica.

“A ideia básica e central da Bíblia é a revelação de Deus e do Seu plano de Salvação para toda a humanidade. Para enriquecer e colaborar com esta ideia básica, Deus ainda utilizou a Sua Palavra, a fim de estabelecer o fundamento para a fé pessoal e servir como elemento que guiasse os cristãos, como manual prático da Igreja de Jesus, tornando-se um referencial de testemunhos e exemplos dos grandes homens e mulheres que constam nas Escrituras”, esclarece o Bispo Edir Macedo, no livro “Estudos Bíblicos”.

Confira, então, algumas ideias para que você aproveite melhor a sua leitura bíblica: “5 dicas para ler a Bíblia”.

Se você desejar, acesse agora mesmo o “Pastor Online” e receba também uma orientação espiritual.


  • Daniel Cruz / Foto: Getty Images 


reportar erro