Rede aleluia

Notícias | 1 de dezembro de 2019 - 00:05


Como você tem cuidado da sua imagem?

Reflita se você tem zelado pelo seu corpo e se tem realmente agradado a Deus

Pare o que está fazendo por alguns minutos e olhe para as suas unhas. Como elas estão? Sujas, com esmalte descascando ou bem-feitas? É compreensível que na correria da semana e com tantos afazeres elas nem sempre possam estar bem cuidadas, mas como estão na maior parte do tempo? Este texto não é sobre manicure, mas podemos usar o exemplo das unhas como ponto de partida para uma situação: como você tem se cuidado e que imagem está transmitindo?

Durante uma reflexão, divulgada no canal do Godllywood no YouTube, a palestrante Cristiane Cardoso falou do corpo da mulher cristã e considerou a passagem bíblica em que o apóstolo Paulo exortava a todos: “Rogo-vos, pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos corpos em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional.” (Romanos 12.1).

Ela explicou que Paulo se referia especificamente ao corpo físico e à maneira como todos devem se apresentar e expôs que, hoje em dia, existe uma crença equivocada de que a aparência não está relacionada com o interior da pessoa e que não é preciso se preocupar com a própria imagem.

Cristiane apontou que na sociedade atual é divulgado que não importa se a pessoa se veste de forma indiscreta e gosta de chamar atenção para o corpo com roupas indecentes porque o mais importante é o coração. Será? “Muitos cristãos usam parte da Bíblia para justificar essa crença, porém a nossa vida consiste em um todo e não dá para separar uma coisa da outra. Por exemplo, a pessoa diz que está bem internamente, mas por fora está doente, chorando ou mesmo bebendo, usando droga, se tatuando. Não dá para desconectar o que acontece no interior da pessoa do que acontece fora: o que acontece fora mostra o que está dentro dela”, afirmou.

A palestrante acrescentou que devemos nos preocupar em nos vestir de um modo que agrade a Deus e não conforme o que a publicidade e as regras do mundo impõem. “Sei que esse assunto fere algumas mulheres, mas a verdade liberta e as tira desse rodamoinho em que o mundo as coloca, quando promete uma felicidade que não alcançarão.”

Templo do espírito santo
Cristiane enfatizou que nosso corpo é o templo do Espírito Santo. Por ter sido dado por Deus, ele é santo. Por isso, não pode ser tratado de forma vulgar ou de qualquer jeito. Por isso, devemos praticar exercícios físicos, adotar uma alimentação adequada e ir ao médico regularmente.

Para esclarecer as dúvidas que muitas mulheres têm em relação ao que é pecado no corpo – como ter tatuagens, piercings e vários brincos, por exemplo –, Cristiane disse que a forma como o apóstolo Paulo exortou os cristãos esclarece a maneira adequada de tratar o corpo: como sacrifício vivo, santo e agradável a Deus.

Portanto, nosso corpo não deve ser um referencial apenas para nós mesmas, mas também para outras pessoas e, sobretudo, para Deus. “O que importa é que você faça o melhor para Deus. O meu corpo é sacrifício vivo e vou apresentá-lo santo e agradável a Deus. Como faço isso? Cuidando dele, me apresentando bem, eu represento o meu Deus e vou dar o meu melhor, mas não vou viver para ele, essa também é uma forma de glorificar a Deus”, concluiu.


  • Kelly Lopes / Foto: Getty Images 


reportar erro