Rede aleluia
Como não ser vítima dos espíritos malignos?
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 25 de Novembro de 2021 - 21:47


Como não ser vítima dos espíritos malignos?

Patrícia e Adileuza contam suas experiências e o que aconteceu com elas, quando conheceram a Deus

Como não ser vítima dos espíritos malignos?

O envolvimento com o oculto traz problemas para as vítimas dos trabalhos e para quem os executa. Foi o que aconteceu na vida dessas duas mulheres: Patrícia e Adileuza.

Segundo conta, Patrícia foi vítima de um ritual, então, sua vida começou a ser devastada por uma série de problemas na família e dentro de si. “Eu procurava solução, mas não encontrava. Nem vontade de cuidar do meu filho e viver eu tinha”, fala.

Já Adileuza serviu às entidades por 20 anos, realizou trabalhos de todas as espécies e viu o mal agir em sua vida. “Eu era uma pessoa agressiva, maldosa, sem paz, não dormia, sofri com dores de cabeça constantes e perdi 3 filhos”, lembra.

Felizmente, ambas foram ao mesmo lugar para conseguir se libertar da ação dos espíritos malignos e ter uma nova vida.

Veja abaixo como elas encontraram a solução para esta prisão espiritual:

A libertação de todos os males está na Sessão do Descarrego. Encontre a paz que tanto procura. Os encontros acontecem às sextas-feiras, no Templo de Salomão, às 7h, 10h, 12h, 15h e 20h. Você também pode ir à Universal mais próxima da sua casa. Encontre o endereço aqui.


Como não ser vítima dos espíritos malignos?
  • Rafaella Rizzo / Foto: Reprodução 


reportar erro