Rede aleluia
Cardeal é acusado de desviar dinheiro da igreja católica
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão João da Boa VistaSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 29 de setembro de 2020 - 23:19


Cardeal é acusado de desviar dinheiro da igreja católica

Após seu afastamento, um pontífice acusado de pedofilia estaria voltando ao Vaticano. Entenda o caso

Cardeal é acusado de desviar dinheiro da igreja católica

Nos últimos dias, um novo caso de corrupção envolvendo a igreja católica veio à tona. O papa Francisco aceitou, na semana passada, a renúncia do cardeal Angelo Becciu, após acusações de envolvimento em corrupção. 

De acordo com as investigações, o pontífice, que esteve no cargo por mais de 70 anos, teria usado milhões de euros do fundo de caridade do Vaticano para realizar investimentos especulativos e teria beneficiado seus irmãos com o dinheiro da igreja.

Na época em que cometeu os possíveis desvios, entre 2011 e 2018, Becciu estava como substituto da Secretaria de Estado do Vaticano, de acordo com a Catholic News Agency (CNA) .

Segundo a CNA, cerca de 200 milhões de dólares foram utilizados na compra de um imóvel de luxo na Sloane Avenue, em Londres, na Inglaterra, aproximadamente, 1 bilhão de reais. Um lugar privilegiado na cidade, cercado de imóveis de alto padrão e que fica localizado há menos de 10 minutos do Palácio de Buckingham, residência oficial da família real britânica. 

Milhões em desvios

Um artigo publicado, recentemente, pelo seminário italiano L’Espresso, ainda, revelou que Becciu teria entregue o controle de milhões de euros de fundos de investimento do Vaticano a Enrico Crasso, ex-diretor do banco suíço Credit Suisse. O fundo de investimentos controlado por Crasso teria perdido muito dinheiro, todavia, seus administradores lucraram – e muito. 

De acordo com o L’Espresso, Becciu obteve doações no valor de 300 mil euros destinados a uma cooperativa, entre os anos de 2013 a 2015. Esta cooperativa é representada legalmente por um dos irmãos de Becciu.

Já em meio a esse escândalo financeiro, o cardeal George Pell – acusado por cometer pedofilia nos anos 1990, e que em março de 2019 foi condenado a seis anos de prisão, chegou a ser preso, mas absolvido das acusações e solto – estaria de volta ao Vaticano para ajudar o papa com os assuntos financeiros. Segundo informações extraoficiais, seu voo estaria marcado para esta terça-feira (29).

George, que é ex-tesoureiro do Vaticano, abusou de crianças enquanto era bispo em Melbourne, na Austrália. Àquela época, o pontífice foi afastado de seu cargo, mas, agora, retorna ao Vaticano, como se nada tivesse acontecido.

Escândalos

De tempos em tempos, escândalos são revelados, inclusive, no Brasil. O mais recente envolvendo um pontífice brasileiro revelou um desvio de cerca de 2 bilhões de reais na associação católica “Filhos do Pai Eterno”. 

O padre Robson de Oliveira, que é presidente da associação, é acusado de desviar a verba, que seria destinada à construção de uma basílica, para compra de imóveis de luxo e cabeças de gado em seu nome.

Da mesma forma, constantemente, casos de pedofilia vêm à tona. Segundo um relatório divulgado, ano passado, pelo  Child Rights International Network (CRIN), ONG britânica que atua na defesa dos direitos das crianças, mais de 1000 denúncias de abuso sexual foram feitas na América Latina.

Não é de hoje que a igreja católica é envolvida em escândalos de corrupção e o seu histórico de abusos sexuais é, também, assustador e causa repúdio e indignação por todo o mundo.

Assista à reportagem do Jornal da Record sobre as investigações a respeito do caso do cardeal Becciu:


Cardeal é acusado de desviar dinheiro da igreja católica
  • Rafaela Dias / Foto: Reprodução Record TV 


reportar erro