Rede aleluia
Aprovado PL de Marcos Pereira que protege empresas contra bloqueio de bens
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 22 de Setembro de 2021 - 17:24


Aprovado PL de Marcos Pereira que protege empresas contra bloqueio de bens

A proposta do republicano restringe o rol de empresas que podem sofrer averbação de bens pelo governo

Aprovado PL de Marcos Pereira que protege empresas contra bloqueio de bens

Brasília (DF) – Nesta quarta-feira (22), a Comissão de Finanças e Tributação da Câmara aprovou proposta do deputado Marcos Pereira (Republicanos – SP) que visa promover mais segurança às empresas que possuem débitos tributários. O Projeto de Lei 3.084/2019 tem o propósito de restringir o rol de empresas sujeitas ao bloqueio de bens em virtude de uma dívida fiscal.

Para Marcos Pereira, permitir que o governo indisponibilize bens de empresas em condições financeiras saudáveis ou que passem dificuldades momentâneas pode inviabilizar ainda mais os negócios, sobretudo quando a atividade econômica cada vez mais demonstra a necessidade de se apoiar a atividade empresarial para o país sair do processo recessivo.

Marcos Pereira pretende aliviar os efeitos negativos sobre o setor privado que poderão ser produzidos com a averbação, medida utilizada pela Fazenda Pública para anotar, nos órgãos de registros de bens e direitos, a existência de débito inscrito em dívida ativa, ou seja, débitos com o governo. O PL altera a Lei que trata do Cadastro Informativo dos créditos não quitados do setor público federal (CADIN).

O deputado Amaro Neto (Republicanos – ES), que foi relator da matéria na Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Serviços (CDEICS) da Casa, acredita que a proposta pode impulsionar o desenvolvimento econômico. “Uma das razões mais alegadas tanto por economistas quanto por empresários para a baixa competitividade da nossa economia é a sua pesada carga tributária. Não podemos aceitar o progressivo avanço que o Estado faz na liberdade da atividade privada”, disse.

O deputado Capitão Alberto Neto (Republicanos – AM) defendeu a aprovação da matéria que, na avaliação dele, preserva a indústria nacional. “A proposta visa a sustentabilidade das empresas brasileiras, que pagam uma carga tributária gigantesca e perdem competitividade em relação ao mercado global”, afirmou.

O PL segue para análise da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC) da Câmara.

 


Aprovado PL de Marcos Pereira que protege empresas contra bloqueio de bens
  • Fernanda Cunha, com edição de Mônica Donato / Ascom – Liderança do Republicanos na Câmara / Foto: Divulgação 


reportar erro