Rede aleluia
A Corrente da Libertação: para quem não aguenta mais sofrer com as aflições da alma
São Paulo
Centro-Oeste
Distrito Federal
Brasília
Goiás
AnápolisGoiânia
Mato Grosso
Cuiabá
Mato Grosso do Sul
Campo Grande
Nordeste
Alagoas
Maceió
Bahia
Feira de SantanaIlhéusItabunaSalvador
Ceará
Fortaleza
Maranhão
São Luís
Paraíba
João Pessoa
Pernambuco
Recife
Piauí
Teresina
Rio Grande do Norte
Natal
Sergipe
Aracaju
Norte
Acre
Rio Branco
Amapá
Macapá
Amazonas
Manaus
Pará
Belém
Rondônia
Porto Velho
Roraima
Boa Vista
Tocantins
Palmas
Sudeste
Espírito Santo
Vitória
Minas Gerais
Belo HorizonteJuiz de ForaUberlândia
Rio de Janeiro
Angra dos ReisBarra MansaCampos dos GoytacazesMacaéRio de JaneiroVolta RedondaCabo Frio
São Paulo
AraçatubaAraraquaraBauruCampinasCaraguatatubaCatanduvaFrancaJaúJundiaíLimeiraMaríliaPiracicabaPraia GrandePresidente PrudenteRibeirão PretoSantosSão CarlosSão José do Rio PretoSão José dos CamposSão PauloSorocabaTaubatéVotuporanga
Sul
Paraná
CascavelCuritibaFoz do IguaçuLondrinaMaringáPonta Grossa
Rio Grande do Sul
PelotasPorto AlegreRio GrandeSanta Maria
Santa Catarina
BlumenauCriciúmaFlorianópolis

Notícias | 26 de Novembro de 2021 - 00:37


A Corrente da Libertação: para quem não aguenta mais sofrer com as aflições da alma

Participe deste encontro de fé especial, sexta-feira, na Universal

A Corrente da Libertação: para quem não aguenta mais sofrer com as aflições da alma

Há pessoas que estão tão habituadas com o sofrimento que não conseguem nem sequer vislumbrar uma vida diferente. Parece que estão em uma grande arena onde, para sobreviver, precisam, diariamente, lutar contra uma fera e vencê-la.

Elas não têm um minuto de paz, vivem atormentadas e apreensivas, pois sabem que ainda que vençam hoje, amanhã terão que enfrentar outro animal ainda pior.

É isso que o mal faz na vida das pessoas. As cercam por todos os lados e com diversos problemas: destrói a família, o casamento; causa enfermidades, vícios, miséria, insônia, medo, síndrome de pânico, depressão; atormentando-as dia e noite com visões de vultos e audições de vozes, a ponto de elas acharem que não têm outra saída a não ser fazer o que ele pede.

Muitas, passam anos de suas vidas obedecendo cegamente aos espíritos, porque acreditam que eles serão capazes de proporcionar alívio para a dor que sentem na alma.

Para elas, sentimentos de paz, alegria, felicidade e realização não passam de utopia, pelo simples fato de nunca terem os experimentados, e que a elas cabe apenas aceitar o destino que lhes foi imposto: o sofrimento.

Se assim tem sido a sua vida, saiba que você não nasceu “predestinado” ao sofrimento. Participe nesta sexta-feira, 26 de novembro, da Corrente da Libertação. No Templo de Salomão, localizado na avenida Celso Garcia, 605, bairro do Brás, zona leste de São Paulo, ou em uma Universal mais próxima de sua casa. Consulte aqui os endereços.


A Corrente da Libertação: para quem não aguenta mais sofrer com as aflições da alma
  • Redação / Foto: Istock 


reportar erro